Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Paga 1,2 milhões

A administração da RTP recebeu, em 2009, mais de 1,2 milhões de euros em salários, entre outras regalias e compensações. Os gastos em telefones e combustíveis, por exemplo, ultrapassaram os 21 mil euros.
29 de Abril de 2010 às 00:30
Guilherme Costa, presidente do grupo RTP
Guilherme Costa, presidente do grupo RTP FOTO: Pedro Catarino

O montante gasto com os cinco administradores da empresa pública corresponde a cerca de 1,1% do total de custos com pessoal do grupo RTP, que no ano passado se situou nos 113 milhões de euros. Guilherme Costa, o presidente da empresa, foi o que mais recebeu, levando para casa mais de 250 mil euros em remuneração base.

Ao valor pago à administração, acresce ainda cerca de 97 mil euros recebidos pelos cinco elementos do conselho fiscal e mais 24 mil euros pagos ao revisor oficial de contas. Os representantes destes órgãos receberam, no total, 1,33 milhões de euros.

Ainda assim, a administração da RTP foi a que menos recebeu de entre os grupos de televisão nacionais. Em média, cada administrador executivo da RTP levou para casa 241 mil euros, menos do que a média de 263 mil euros dos administradores executivos da Impresa e do que os 354 mil euros dos quatro responsáveis máximos pela Media Capital.

No total, o grupo de Francisco Pinto Balsemão pagou 1,07 milhões à sua administração (1,8% do total dos custos com pessoal, que atingiu os 59,7 milhões), sendo que, deste valor, 789 mil euros foram entregues aos três executivos: o próprio Francisco Pinto Balsemão, o seu filho, Francisco Maria Balsemão, e Pedro Norton. Já a Media Capital pagou 1,8 milhões aos seus administradores, o que corresponde a cerca de 2,4% dos 74,6 milhões de euros que a empresa gastou com pessoal. Os administradores executivos receberam 1,41 milhões de euros.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)