Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

Patrão da Lusiaves investigado pelo Ministério Público

Avelino Gaspar, que foi acusado de insolvência dolosa e branqueamento, investe na Media Capital.
Sónia Dias 15 de Setembro de 2020 às 22:04
Avelino Gaspar é o presidente da Lusiaves
Avelino Gaspar é o presidente da Lusiaves FOTO: Direitos Reservados

A Triun, uma das sociedades que acordou a compra da posição da Prisa na Media Capital, é presidida por Paulo Gaspar, filho de Avelino Gaspar, presidente da Lusiaves, que foi acusado pelo Ministério Público (MP) de crimes de insolvência dolosa e branqueamento de capitais.

A empresa sediada em Lisboa, que investe em imobiliário e agricultura, tem como beneficiários Mariana Gaspar e Francisco Miguel Gaspar, também eles filhos do gigante da criação de aves para alimentação em Portugal. Avelino Gaspar foi acusado juntamente com mais três gestores da Lusiaves de esvaziamento do património de bens e equipamentos da empresa Avilafões, unidade de Vouzela que integra o grupo.

Contactado pelo CM, a Lusiaves diz tratar-se "de uma acusação sem qualquer fundamento" e avança que "nas primeiras alegações ficou logo afastado qualquer julgamento pelo crime de insolvência dolosa", uma decisão do Juiz de Instrução Criminal de Viseu e que foi também confirmada pelo Tribunal da Relação de Coimbra no passado dia 30 de junho. Relativamente à acusação de branqueamento de capitais, o grupo acredita que "a continuação da instrução irá também permitir fazer prova clara e inequívoca que não se verificou qualquer ato censurável ou ilícito".

Entretanto, foram ontem conhecidos outros dois novos acionistas da Media Capital, cuja informação foi comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).  Trata-se do grupo IBG,  que comprou  11,97% das ações da dona da TVI, e ainda o advogado Pedro Mendes Ferreira, que assinou um acordo com a Prisa para ficar com 5% do grupo de media. Neste caso, "a aquisição das participações será subscrita por uma sociedade comercial que se encontra em processo de constituição".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)