Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Penim até acorda para tirar notas

Francisco Penim não dá descanso... a Francisco Penim. O director de Programas da SIC até a meio da noite acorda para tirar apontamentos, confessou anteontem à imprensa portuguesa a partir do Rio de Janeiro, onde assistiu à apresentação da novela ‘Paraíso Tropical’.
6 de Março de 2007 às 00:00
Penim até acorda para tirar notas
Penim até acorda para tirar notas FOTO: Mike Seargente
“Este ano e meio de direcção de programas tem sido muito divertido, muito mexido, trabalhoso e esforçado, mas muito mais complicado do que pensava que iria ser”, revelou Francisco Penim, que quer ter este ano a SIC a liderar as audiências.
De visita ao Brasil para assistir ao lançamento de ‘Paraíso Tropical’, a novela da Globo que substituirá ‘Páginas da Vida’, Penim confessou que lidar com muitos milhões de euros e milhares de pessoas lhe tira o sono. “Não durmo há um ano. As preocupações são muitas e é impossível não acordar a meio da noite para tomar notas ou enviar SMS a dizer que não me posso esquecer disto ou daquilo”, explica o responsável da SIC, que contudo se diz surpreendido consigo mesmo por fazer com “uma perna às costas” uma série de coisas que imaginara ser incapaz de conseguir.
O dinheiro e as pessoas que directa ou indirectamente dependem de si são uma das razões para o avolumar de preocupações. Penim tem consciência do peso da estação – “80% da receita da Impresa depende da receita da SIC” – e, por isso, sabe que “um dia mau” para si “é um dia mau para milhares de pessoas. Isso faz com que os meus dias sejam sempre maus”, sublinha.
Também a relação com Teresa Guilherme, contratada para liderar a produção de ficção na SIC, foi comentada por Penim: “Não fazia ideia de que eu e ela conseguíamos lidar com os egos um do outro, que são grandes. As nossas discussões são muito fervorosas, ao ponto de chegarmos os dois às lágrimas.” (Ver ao lado mais informação).
Sobre o futuro próximo do canal que dirige, Penim voltou a reiterar o objectivo de ser líder de audiências ainda este ano com a contribuição das novelas portuguesas e brasileiras em simultâneo no ar, aproveitando ao máximo o acordo de exclusividade com a Globo. Para esse objectivo serão também importantes as séries internacionais ‘CSI’ e ‘Shark’, devendo esta estrear ainda este mês, e o futebol, que está nas mãos do Benfica. “Estamos sempre interessados nos jogos do glorioso, pois garantem audiências. Quando a SIC puder ter jogos do Benfica e tiver orçamento para isso, não hesitaremos.”
PERFIL
Licenciado em Informática de Gestão, Francisco Penim, que faz 41 anos em Julho, começou na rádio antes de entrar na TVI. Em 1997 mudou-se para a SIC, assumindo a direcção do canal Radical até Setembro de 2005, altura em que foi promovido a director de Programas do canal-mãe.
CONTRATO CONTRA RTP E TVI
A SIC tem contrato com a Globo até 2009, mas Penim quer alargar a ligação por mais cinco ou seis anos, como o CM escreveu ontem. A razão é óbvia: evitar a presença de formatos da TV brasileira na concorrência, como o próprio director de programas do canal de Carnaxide assume. A SIC tem um contrato de exclusividade com a Globo, ou seja, nenhum outro operador português poderá ter novelas ou outros conteúdos da TV brasileira. Para o canal de Penim, “é um pau de dois bicos – quando as coisas não resultam bem, tenho, à mesma, de pôr no ar. O contrato prevê que pague as novelas e as minisséries e as coloque no ar. Por exemplo, não quero pôr o ‘Bang Bang’ no ar, mas tenho de o fazer. Não dá para renegociar o contrato, nem isso faria sentido. Queremos manter a relação de exclusividade com eles. Não queremos que a RTP ou a TVI peguem numa minissérie que nós, por exemplo, não queríamos emitir. Podíamos vir a arrepender-nos”.
CONCORRÊNCIA DEBAIXO DE FOGO
RTP
- “A RTP pode dar-se ao luxo de ter uma novela em prime time a fazer 14% de share. Eu não posso. Nessa perspectiva, se eu pusesse no ar uma novela que tivesse 13% ou 14%, seria um fracasso. Na RTP, pelos vistos, não.”
- “O público da SIC não é um público tão envelhecido como o da RTP. É um público menos tradicional.”
TVI
- “Se, por hipótese, as pessoas tivessem oportunidade de ver ‘Jura’, ‘Floribella’ e ‘Vingança’ ao mesmo tempo no ar, não teriam dúvidas em distingui-las. Isso eu sinto que não é verdade nas novelas da TVI. As da TVI estão a anos-luz das nossas.”
- “A TVI muda o day time todos os dias. Não há um dia em que a grelha seja respeitada. Mas o director faz o melhor que pode e sabe.”
DISCURSO DIRECTO
TERESA GUILHERME
“A Teresa é uma mulher de crenças e, por isso, é natural tentar levar-me a ver os búzios. Se tem sucesso... já é outra coisa. Para mim, é um bocado indiferente se o búzio sai mais à esquerda ou à direita. Para ela, não é igual. E se ela fica mais contente com isso, eu também fico, por empatia. Tenho respeito por ela, mas, nesta direcção, não se come búzios.”
LUCIANA ABREU
“A Luciana tem a sorte de ter o talento que tem e de ter aparecido uma novela que é a cara dela, com uma personagem que é o corpo e o espírito dela. Foi escolhida por ter uma voz boa e surpreendeu-nos pelas características de actriz que tem, mas isso não a torna uma ‘Estrela SIC’ de repente.”
BÁRBARA GUIMARÃES
“Estamos a desenvolver um programa de entretenimento para a Bárbara. Vamos conseguir ter um formato duradouro, de grande fôlego para ela, em horário nobre, uma ideia original da SIC. O problema é que eu não posso dar qualquer coisa à Bárbara. Tem de ser algo grande e espampanante.”
JÚLIA PINHEIRO
“Se estou preocupado com a Júlia? É claro que não. A chegada da Júlia Pinheiro às tardes da TVI não é uma dificuldade acrescida para a SIC. A SIC tem contribuído para que as tardes da televisão portuguesa sejam mais animadas. O ‘Contacto’, cinco meses depois, lidera, apesar de toda a gente ter vaticinado o seu fim.”
BRUNO NOGUEIRA
“O Bruno é uma pessoa que muito dificilmente acreditava que ia fazer ficção e, de algum modo, não se arranjou nenhum papel que ele aceitasse e que nós achássemos interessante para ele. Essa foi a única das experiências com as ‘Estrelas SIC’ que não correu como entendemos que deveria ter corrido. Daí que ele não tenha renovado para o próximo ano.”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)