PILAR HOMEM DE MELO SATISFEITA COM ACADEMIA DE FAMOSOS

Foi ao programa “A Vida é Bela” para cantar e encantou. Pilar Homem de Melo é a simpatia em pessoa e será, com certeza, uma lufada de ar fresco na “Academia de Famosos”, da TVI.
29.01.03
  • partilhe
  • 0
  • +
A cantora é a primeira a mostrar-se completamente à vontade ao falar do programa que estreia já no próximo dia 9 de Fevereiro, um concurso em que afirma participar para se “divertir”.

“Resolvi entrar nesta ‘brincadeira’ com uma atitude saudável. Quero divertir-me e divertir os outros”, salienta, acrescentando, por outro lado, que aceitou o convite da produtora Endemol “em primeiro lugar, porque é nestes programas e na televisão que se chega às pessoas, e depois porque quero mostrar a minha música, que não é de massas”.

Prestes a embarcar para a “academia” da TVI, Pilar Homem de Melo promete apresentar músicas inéditas do novo álbum que poderá estar no mercado lá para Abril e cujo nome ainda está a ser definido.

“É claro que não vou dizer o que vou cantar nas galas. Mas vou interpretar temas novos e ‘covers’”, diz.

A cantora, que viveu cerca de 12 anos no Brasil, deixa no ar a possibiilidade de trazer para o palco da TVI um cheirinho a Brasil. “Com certeza que vou cantar músicas em brasileiro, mas também em inglês e português”, frisa.

“PREZO A MINHA INTIMIDADE”

Nesta “Academia de Famosos”, os artistas concorrentes não estão em regime de internato, ou seja, dormem nas suas próprias casas, locais onde as câmaras podem entrar... só com a permissão dos intervenientes.

“Tenho uma filha de 15 anos, a Joana, e prezo muito a minha intimidade. Sou muito solitária e a minha casa é para meditar, para fazer Reiki e as câmaras só entram se eu quiser”, salienta. “Esta foi uma das razões que me levou a aceitar o convite. As câmaras só vão andar atrás de mim quando estiver a preparar o meu disco no estúdio, ou se for cantar a um bar...”

Quanto aos apresentadores da “Academia de Famosos”, Pilar Homem de Melo confessa-se satisfeita com a escolha. “Gosto muito do Paulo Pires e da Fernanda Serrano. Acho que vão fazer um óptimo trabalho”.

PERFIL DA ARTISTA

No final dos anos 80, Pilar era considerada uma das mais promissoras revelações no domínio das cantautoras. Em 1989, lança o seu primeiro disco, “Pilar”. Seguiu-se “Pecado Original” (1993) gravado em Londres, onde, a par das suas composições, a cantora gravou uma versão antológica de “O Primeiro Dia”, disco do cantor Sérgio Godinho.

O sucesso destes trabalhos discográficos levou Pilar Homem de Melo a fazer as primeiras partes dos concertos de Suzanne Vega em Lisboa e Porto e a actuar um pouco por todo o País.

Após um interregno de cerca de dez anos, a cantora voltou ao que mais gosta de fazer: música, num memorável concerto que a juntou a Anamar e Né Ladeiras, resultando um disco ao vivo (2002). Neste espectáculo, Pilar revelou
algumas das suas novas canções como “Lafaek” e “O Cair da Noite”, temas que fazem parte do seu último trabalho de originais “Não Quero Saber”. No rasto desse disco criou um espectáculo com o mesmo nome, com o qual encheu a Aula Magna e outras salas.

Agora, a artista volta a estúdio para gravar um disco a sair no segundo trimestre de 2003, em que presta homenagem a um dos seus ídolos e juventude, o brasileiro Caetano Veloso.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!