Precários da RTP e Lusa chegam ao Parlamento

Situação de centenas de prestadores de serviços denunciada na Assembleia da República.
Por João Bénard Garcia|07.12.18
  • partilhe
  • 1
  • +
O parlamento vai debater esta sexta-feira a precariedade na RTP e na Agência Lusa. Por iniciativa do PCP, as centenas de casos de precários, com subcontratações, falsa prestação de serviços em outsourcing e falsos recibos verdes, serão alvo de discussão por todos os partidos.

Diana Ferreira, deputada comunista eleita pelo círculo do Porto, avança ao CM qual é a gravidade do tema, colocando uma entre muitas questões: "Como é possível haver, nestas empresas, pessoas que estão há 5, 7, ou até 30 anos, com vínculos precários, a responder a necessidades permanentes de serviço?"

A deputada vai denunciar casos concretos de empresas que fornecem trabalhadores precários para a RTP, RDP e Lusa, colocando dois nomes sobre a mesa: "Green e DTVision são empresas que subcontratam profissionais sem quaisquer direitos, mas são eles que garantem muitas das emissões da RTP."

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!