Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

PRODUTORES QUEREM DINHEIRO

A Associação de Produtores Independentes de Televisão (APIT) espera obter da nova administração da RTP, com quem se reúne hoje, uma resposta definitiva ao pagamento das dívidas aos seus associados, que ascendem a 25 milhões de euros.
20 de Agosto de 2002 às 23:11
O presidente desta associação, Manuel Correia, considera que a resolução da situação, que dura há mais de um ano, “passa por uma decisão governamental”.

A APIT representa cerca de 95 % da produção nacional independente de televisão e a maioria dos seus 30 associados tem créditos na RTP.

Manuel Correia, responsabiliza a anterior administração pela situação de dívidas acumuladas e comentou que “a RTP não pode continuar a ter uma postura de caloteira”, perante os produtores independentes.

Sobre os pagamentos que tinham sido desencadeados pela anterior administração, o presidente da associação recorda que esta “acabou por não cumprir o que tinha acordado com a tutela” socialista.

“Foram feitos alguns pagamentos, mas não os prometidos. O dinheiro acabou por ser desviado para outras coisas que não para saldar as dívidas”, referiu.

Recentemente, a administração da RTP anunciou ter estabelecido um acordo com o Instituto do Cinema, Audiovisual e Multimédia (ICAM) e com a Cinemateca Portuguesa para o pagamento de dois milhões de euros referentes a dívidas da taxa de exibição sobre a publicidade.

O presidente da APIT considerou que este acordo “não indicia nada” e classificou de “trocos” as dívidas da RTP àqueles organismos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)