Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

‘Público’ acusa Miguel Relvas de pressão

O Conselho de Redacção (CR) do ‘Público’ acusou ontem Miguel Relvas de ter ameaçado divulgar na internet detalhes da vida privada da jornalista Maria José Oliveira, que estava a preparar uma notícia sobre contradições do ministro na audição na Comissão dos Assuntos Constitucionais, sobre o caso das secretas.

19 de Maio de 2012 às 01:00
Miguel Relvas esteve no Parlamento numa audição sobre as secretas. Jornalista questionou ministro sobre incongruências detectadas
Miguel Relvas esteve no Parlamento numa audição sobre as secretas. Jornalista questionou ministro sobre incongruências detectadas FOTO: Tiago Petinga/Lusa

Contactado, o gabinete do ministro confirmou ao CM que telefonou à editora de Maria José Oliveira e à directora do ‘Público', mas desmente "categoricamente qualquer tipo de ameaça".

O CR do Público referia ainda que Miguel Relvas ameaçou enviar uma queixa à ERC e promover um ‘blackout ‘de todos os ministros ao diário. Em comunicado, o gabinete de Relvas ressalva ainda que poderão ser accionados "todos os meios legais para a defesa da honra e do bom nome do ministro".

Entretanto, a direcção do jornal emitiu um comunicado no qual repudia a posição do CR. "Consideramos intolerável e uma manipulação clara dos factos". Ao CM, Bárbara Reis, directora do ‘Público' diz que "até hoje nenhuma notícia sobre o caso das secretas deixou de ser publicada". "A notícia em discussão tinha como única informação nova o facto de o ministro não ter respondido às nossas questões [enviadas por e-mail]. Por isso, a direcção entendeu que não havia matéria publicável", sublinha.

Bárbara Reis revela ainda: "telefonei ao ministro Miguel Relvas para lhe dizer que considero o conteúdo do seu telefonema à minha colega inaceitável. O ministro pediu desculpa". O CM questionou o gabinete do ministro sobre este "pedido de desculpa", mas não obteve resposta até ao fecho desta edição.

Contactada pelo CM, Maria José Oliveira não fez declarações e remeteu explicações para o comunicado do CR.

POLÉMICA PÚBLICO MIGUEL RELVAS
Ver comentários