Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
3

Recorde por bater

O recorde de audiências no futebol continua por bater. O Portugal-França da meia-final do Mundial da Alemanha deu à SIC a maior assistência de entre os jogos que transmitiu.
7 de Julho de 2006 às 00:00
Ainda assim, segundo dados da Marktest, a estação de Carnaxide ficou a 350 mil espectadores do Portugal-Holanda, a meia-final do Euro’2004, que continua a ser o jogo de maior audiência da história da televisão portuguesa.
Os cerca de 3,51 milhões de pessoas que anteontem assistiram ao Portugal-França fizeram deste jogo o mais visto de entre os 12 embates já exibidos pela SIC – faltam ainda a final, a realizar domingo, e a partida de atribuição do terceiro lugar, que se joga amanhã. Tratou-se, aliás, da única transmissão a superar o número de espectadores – 3,86 milhões – do Portugal-Rússia, único embate do Euro’2004 exibido pelo canal de Carnaxide. Contudo, os 3,86 milhões de espectadores do Portugal-Holanda continuam a valer, à RTP 1, o recorde de audiências de um encontro de futebol. Reagindo a estes números, Francisco Penim afirmou que “na SIC não se trabalha para bater recordes mas sim para se ter boas audiências.”
O director de Programas sublinha que as audiências da SIC com a transmissão do Mundial o deixam “satisfeito”, mas “a melhor leitura dos resultados só deve ser feita no final da competição e não uns dias antes do fim”.
Ontem, durante a 57.ª assembleia geral da União Europeia de Radiodifusão, o ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva,defendeu que os grandes eventos desportivos fazem parte do serviço público e que os operadores estatais devem procurar adquirir os direitos de transmissão, embora respeitando as contenções financeiras.
Ver comentários