Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

Rescisões custam 13 milhões à RTP

Grupo fechou o ano de 2014 com um lucro de 38,2 milhões.
Hugo Real 27 de Setembro de 2015 às 09:50
Alberto da Ponte presidiu a RTP em 2014
Alberto da Ponte presidiu a RTP em 2014 FOTO: Pedro Catarino
O grupo RTP gastou no ano passado "13 milhões de euros em rescisões por mútuo acordo", sendo que no total foram 129 os trabalhadores que abandonaram a empresa pública ao abrigo de acordos de rescisão voluntários, revela o relatório de contas da empresa, ao qual o CM teve acesso. Contas feitas, a indemnização média foi de quase 101 mil euros. Além disso, 12 trabalhadores aderiram a um plano de "acesso antecipado à aposentação". Assim, e no final de 2014, o grupo contava com 1689 trabalhadores.

No ano passado, a empresa pública obteve um lucro de 38,2 milhões de euros, um valor que se deve à obtenção de resultados financeiros positivos de 40,2 milhões de euros, devido ao ganho gerado pelo veículo financeiro Eurogreen. Ou seja, o lucro da RTP foi apenas contabilístico.

Do lado das receitas, a empresa obteve 213,5 milhões, com quase 165 milhões a serem financiamento público (contribuição audiovisual). Já os proveitos comerciais foram de 48 milhões (19,8 milhões em publicidade). Os custos operacionais atingiram os 211,9 milhões, com os gastos de grelha a aumentarem em 15,6 milhões, para 84,1 milhões. Os custos com pessoal foram de 75,8 milhões.

RTP rescisões rescisão voluntária aposentação receitas gastos relatório