Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Rescisões na RTP vão continuar

A RTP deverá avançar com mais planos de saídas voluntárias. Questionado pelo CM neste sentido, Luís Marinho, director-geral da RTP, adianta que este "é um trabalho que a administração está a fazer". "O que sabemos é que temos um orçamento muito limitado e temos de o gerir bem até final do ano", conta.

19 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Luís Marinho, director-geral da RTP, acredita que é possível manter a identidade do canal, apesar dos cortes orçamentais
Luís Marinho, director-geral da RTP, acredita que é possível manter a identidade do canal, apesar dos cortes orçamentais FOTO: Jorge Paula

"A empresa tem de estar preparada para, em 2013, funcionar com quase metade do orçamento que tem hoje", sublinha Marinho, que assume ter uma receita: "As pessoas têm de estar muito unidas. E penso que tenho um papel aqui a desempenhar."

Luís Marinho sublinha ainda que, apesar dos desafios implícitos à crise económica e das mudanças impostas pelo Governo, os profissionais do grupo RTP estão "muito empenhados, decididos em levar a empresa para a frente. A não deixar a empresa morrer".

O responsável da RTP – que pertencia à administração do grupo público de rádio e televisão – está ainda convicto de que, apesar dos cortes anunciados pela tutela, a empresa pública de televisão poderá manter o nível de qualidade.

"Acredito que é possível fazer qualidade com menos dinheiro", refere. "Tem de se encontrar o equilíbrio sem perder a identidade. Estou confiante", acrescenta o director-geral.

Num breve balanço ao seu novo cargo, Luís Marinho confessa que "já estava com saudades de trabalhar mais directamente com as pessoas". "Saudades, sobretudo de me envolver mais nos conteúdos. E tem havido um bom entendimento entre mim e as diferentes direcções do grupo. E, obviamente, também com Nuno Santos, director de Informação", refere.

RTP RESCISÕES ORÇAMENTO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)