Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

RTP mantém atitude negocial

No primeiro dia da greve sectorial na RTP, Almerindo Marques, presidente da empresa pública, disse ao CM que o Conselho de Administração (CA) “mantém a atitude negocial de sempre” com as associações sindicais, privilegiando a “ética remuneratória e os princípios do trabalho”.
31 de Dezembro de 2005 às 00:00
Negando ter voltado atrás e cedido às exigências dos sindicatos que convocaram a greve até 2 de Janeiro – STT e SINTTAV –, Almerindo sublinha que o CA apresentou uma proposta aos funcionários aderentes ao novo Acordo Colectivo de Trabalho (ACT) que inclui “ajustes de remuneração, evolução de carreiras e horários”. E frisa ainda o “sobre-esforço de parte dos trabalhadores que não fizeram greve”, o que permitiu a “naturalidade” da actividade da empresa. “A adesão à greve abrangeu menos de 100 trabalhadores”, rematou.
Segundo fonte da administração cerca de 1700 dos 2400 trabalhadores da empresa já assinaram o ACT. O CM tentou contactar os representantes dos dois sindicatos, sem sucesso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)