Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

RTP SOPRA 46 VELAS

Os 46 anos de vida da RTP são comemorados hoje sem pompa e circunstância, apenas com referências em alguns programas da estação. A decisão foi tomada face à actual conjuntura, e pela impossibilidade de se utilizar para a festa o familiar e habitual “Festival da Canção”, que este ano tem lugar noutros moldes (Rita Guerra foi escolhida pela estação, sem necessidade de qualquer concurso).
7 de Março de 2003 às 00:00
Recorde-se que no ano passado, em plena era Rangel, o 45.º aniversário festejou-se a 15 de Abril, com uma gala de homenagem a Fernando Pessa, que faleceria pouco tempo depois.

Sob o signo da discrição, este aniversário terá assim apenas pequenos apontamentos em três programas (ver caixa), onde alguns notáveis recordarão os primeiros e últimos passos da estação pública. Isto apesar do tempo ser de festa, já que além da reformulação em curso, com resultados elogiados por todos os quadrantes (além de mudanças na informação e programação, o esperado “Operação Triunfo” corresponde às expectativas), a RTP voltou a estar acima dos 20 por cento de “share”, números que há muito tempo não se registavam, face à concorrência dos privados.

Em Dezembro, o Governo, através do ministro Morais Sarmento, lançou o plano de reformulação da estação que obrigará à redução de custos e pessoal e vai transformar a RTP 2 no Canal Sociedade, além de obrigar a uma mudança da 5 de Outubro para Cabo Ruivo.

A NOVA ESTAÇÃO

MIGUEL GASPAR - CRÍTICA

“Nota-se uma mudança, na forma e no estilo. É uma mudança positiva. A Informação mudou, há mais debates e a filosofia dos ‘Telejornais’ foi alterada. Na programação, ainda estamos à espera de uma resposta de um serviço público”.

EDUARDO CINTRA TORRES - CRÍTICO

“O principal é a racionalização de meios e a poupança do dinheiro. Acho que a RTP começa a ter em conta o dinheiro dos contribuintes. A nível da reconversão dos canais, há sinais positivos, mas ainda não deu a volta ao serviço público”.

NUNO FARINHA - DIRECTOR DA TV GUIA

“Na programação, a dupla Luís Andrade/Nuno Santos funciona na perfeição. O primeiro porque representa o que de melhor aconteceu nos 46 anos da RTP. E o Nuno porque revelou-se um grande director de programação”.

OS FESTEJOS

PRAÇA DA ALEGRIA

Jorge Gabriel e Sónia Araújo recebem Fátima Campos Ferreira, Dora (a voz do hino da RTP), Rita Guerra (representante de Portugal na Eurovisão) e Eládio Clímaco.

PORTUGAL NO CORAÇÃO

Em estúdio vão estar Luís Andrade, director de programas da estação, Serenella Andrade, o jornalista Carlos Daniel e José Hermano Saraiva para recordarem a RTP.

O ELO MAIS FRACO

A concurso vão Catarina Furtado, Raul Durão, João Fernando Ramos, Carlos Manuel Albuquerque, Maria Lurdes Modesto, Ana do Carmo, Ribeiro Cristóvão e António Sala.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)