Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

SAUDADES DO BRASIL

O linguarejar é mais pausado. Diz café da manhã em vez de pequeno almoço. Antes de regressar ao Brasil, a actriz portuguesa que tão boas provas dá na interpretação de “Rita”, na telenovela “Sabor da Paixão”, revê amigos, mima o sobrinho recém-nascido, e mata saudades da comida portuguesa.
26 de Abril de 2003 às 17:54
Maria João Bastos
Maria João Bastos FOTO: Tiago Sousa Dias
Desde que chegou do Brasil que a vida da actriz portuguesa tem sido um corrupio. Abraçar familiares, curtir o sobrinho Gonçalo, rever amigos e colegas, combinar jantares nos restaurantes seus preferidos, ponderar as propostas de trabalho que têm surgido, e decorar uma casa que comprou fora de Lisboa, eis como Maria João Bastos tem ocupado o seu tempo.
Três dias depois de ter chegado a Lisboa, a jovem actriz já tinha recebido várias propostas de trabalho. “São projectos demasiado prolongados para os poder aceitar, porque já tenho marcada a viagem de regresso ao Brasil. Há propostas para teatro e televisão... Mas estou em fase de avaliação. Para o pouco tempo que vou estar em Portugal o mais viável seria um trabalho curto. O que me apetecia mesmo fazer? Teatro”, confessa a actriz ao Correio TV.
Habituada às roupas mais leves, aos cabelos soltos e à pele morena, Maria João Bastos estranhou a Primavera fria e chuvosa que a acolheu em Lisboa: “Está a ser difícil suportar o frio”, confessa. E já com saudades do que deixou para trás, comenta: “No Brasil estava muito quente... E uma óptima praia...”. Mas, em Lisboa, a actriz recorda o momento mais emocionante: conhecer o seu sobrinho mais novo. “O que mais me custou nesta ausência foi o não ter estado cá para acompanhar o seu nascimento. O Gonçalo só tem dois meses e é lindo de morrer”, diz a tia embevecida, que tem outro sobrinho de sete anos.
AMIGOS DO PEITO
Maria João Bastos trouxe os amigos brasileiros no coração: Cássia Kiss, Virgínia Casé (produtora), Sérgio Maroni, Murilo Rosa e Luigi Baricelli entre muitos outros companheiros. Porém, Letícia Spiller, actriz, e Carla Garan, figurinista, ocupam um lugar especial na vida de Maria João. “Tornaram-se as minhas melhores amigas”.
NOME DE NOVELA É SEGREDO
Em Agosto, Maria João Bastos deverá começar a rodagem do filme “Minuano”, do realizador brasileiro José Oliosi. As gravações vão decorrer no sul do Brasil, mais concretamente no Rio Grande do Sul. Quando este trabalho terminar, a jovem actriz vai integrar o elenco de uma novela da Globo. “Ainda não posso adiantar o nome da produção. Mas ambos estes projectos são muito bons para a minha carreira. Claro que gostaria de trabalhar em Portugal, mas vou ter muito tempo para o fazer e, agora, o importante é agarrar esta oportunidade”, explica Maria João.
O EXEMPLO DE CÁSSIA KISS
A experiência dos actores brasileiros e a sua disponibilidade para os mais novos foi o que mais ajudou e sensibilizou a portuguesa Maria João Bastos. “Aprendi imenso com os actores quando, nos bastidores, esperávamos a nossa entrada em cena. Recordo a Cássia Kiss e a forma única como ela compunha o personagem e o interiorizava. Aprendi muito com ela, mas também com Lima Duarte, Edson Celulari, Pedro Paulo Rangel, e Luigi Baricelli ou Letícia Spiller, de outra geração. Quando acabávamos as gravações, juntávamo-nos para termos aulas de voz, ou fazer leituras de texto em casa de um deles. A experiência de todos estes actores trouxe-me muita sabedoria. E, nos mais velhos, cativou-me a disponibilidade que tinham para partilhar o que sabiam. Foi um estímulo!”, explica a jovem actriz portuguesa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)