Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Sede do ‘DN’, ‘Comércio’ e Ongoing por 40 milhões

Promotora Avenue já comprou seis edifícios emblemáticos em Lisboa e Porto, três pertenceram a grupos de media.
Hugo Real 30 de Março de 2017 às 08:18
Avenue pagou 20 milhões pela antiga sede do ‘DN’
No Porto, o edifício que albergou ‘O Comércio do Porto’ custou 11 milhões de euros
Sede do grupo Ongoing, em Lisboa, foi comprada por oito milhões
Avenue pagou 20 milhões pela antiga sede do ‘DN’
No Porto, o edifício que albergou ‘O Comércio do Porto’ custou 11 milhões de euros
Sede do grupo Ongoing, em Lisboa, foi comprada por oito milhões
Avenue pagou 20 milhões pela antiga sede do ‘DN’
No Porto, o edifício que albergou ‘O Comércio do Porto’ custou 11 milhões de euros
Sede do grupo Ongoing, em Lisboa, foi comprada por oito milhões
A antiga sede do ‘Diário de Notícias’ é, provavelmente, o edifício mais emblemático da Avenue, que pagou 20 milhões de euros pelo prédio da autoria de Porfírio Pardal Monteiro, que em 1940 ganhou um prémio Valmor.

Contudo, este não é o único ativo com passado nos media que a promotora adquiriu em Portugal. Também em Lisboa, a empresa investiu oito milhões na aquisição da antiga sede do grupo Ongoing, na rua Victor Cordon. Já na Invicta, o edifício que serviu de sede ao histórico ‘O Comércio do Porto’ foi adquirido ao Banif, que detinha o imóvel por onze milhões.

A escolha destes edifícios, explica Aniceto Viegas ao CM, prendeu-se com a "localização, dimensão e riqueza arquitetónica". O diretor-geral da Avenue adianta que as obras na antiga sede do ‘DN’ (terá 32 apartamentos e uma loja) e da Ongoing (12 habitações) arrancam no segundo semestre deste ano e devem estar concluídas até ao final de 2018.

Já o Aliados 107, no Porto, estará pronto até ao final do ano e cerca de 70% das suas 23 casas já estão vendidas.

Até 2020, a empresa prevê investir 200 milhões na compra de edifícios em Portugal (até ao momento foram gastos mais de 70 milhões em seis projetos), sendo que atualmente não está prevista a compra de mais nenhum ativo ligado a empresas de media. E se, nesta fase, o perfil dos clientes é de "segmento alto" com habitações de "luxo", para o futuro não estão colocados de parte negócios com o foco no "segmento médio" e empresarial (escritórios).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)