Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
4

Segurança custa 1,5 milhões à RTP

Grupo público assinou novo contrato para prestação de serviço em 2015.
Duarte Faria 9 de Janeiro de 2015 às 16:33
Serviço de segurança aplica-se a todas as instalações da RTP
Serviço de segurança aplica-se a todas as instalações da RTP FOTO: Pedro Catarino

Em 2015, a RTP vai gastar cerca de 1,5 milhões de euros em segurança. A administração da RTP assinou um novo contrato com a empresa Strong para a prestação deste serviço nas suas instalações, no continente e nas ilhas.

O acordo foi firmado a 1 de dezembro do ano passado, na mesma semana em que foi conhecida a decisão do Conselho Geral Independente de propor a destituição do atual conselho de administração da RTP, liderado por Alberto da Ponte.

Este contrato, disponível no portal de contratos públicos, e cuja entidade adjudicatária foi encontrada através de um concurso limitado por prévia qualificação, tem um prazo de 12 meses a contar da data de assinatura.

Isto significa que a RTP decidiu mudar de prestador de serviços de segurança. Em março de 2014, o grupo público de rádio e televisão assinou um contrato com a empresa Securitas, no valor de cerca de 133 mil euros mensais, renovável de forma automática todos os meses até denúncia da RTP.

Contactada pelo CM, a administração da RTP esclareceu que "estes valores estão dentro do previsto para os serviços de vigilância e segurança das instalações da RTP" e que o novo acordo "representa uma poupança de cerca de oito mil euros mensais face ao contrato anterior".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)