Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

Sete horas de informação diária na SIC

Luís Marques, o novo director-geral da SIC, defende que o gosto dos telespectadores se alterou no último ano e que a Informação se tornou no género preferido dos portugueses.
9 de Janeiro de 2009 às 00:00
Luís Marques
Luís Marques FOTO: Duarte Roriz

O gosto dos telespectadores mudou de há um ano e meio para cá e a Informação tornou-se um dos géneros preferidos dos telespectadores”, defende Luís Marques, director-geral da SIC. Bárbara Guimarães é uma das grandes apostas para este ano e vai voltar a animar as noites de domingo com um programa de canções. Mas é a Informação que vai marcar a antena, com a emissão de sete horas diárias e duas horas de programas semanais.

Reestruturação é a palavra de ordem na televisão de Carnaxide. Luís Marques concretizou, nos dois últimos meses, um plano de rescisões amigáveis, com vista à redução de custos. Cerca de 50 pessoas preparam-se para deixar a empresa mas, para já, as estrelas do canal mantêm-se. Ainda assim, o director-geral anunciou dois novos canais para este ano. “O futuro da SIC passa pela produção de conteúdos para multi-plataformas”, o que poderá significar “mais canais em 2009”, na TV e na internet. As receitas totais da SIC, nos primeiros nove meses de 2008, desceram 1,5% em relação ao mesmo período de 2007, para cerca de 130 milhões de euros, resultado em parte da descida de 2,2% no investimento publicitário. Para este ano, “que será difícil”, Luís Marques prevê uma quebra entre os 7 e os 15 por cento.

As apostas da SIC para este ano visam, em especial, a informação próxima do cidadão, como o programa ‘Nós Por Cá’. “Vamos retomar a velha tradição da SIC no jornalismo de proximidade, uma característica que a estação nunca perdeu mas que se dispersou”, frisa o director-geral. A aposta na Informação é, de resto, “fundamental para reposicionar a SIC”, que quer destacar-se como uma estação “moderna, pró-activa e interveniente”. “A preocupação foi aproveitar o melhor que a SIC tem”, adianta Luís Marques. Nesse sentido, programas como ‘Grande Reportagem’ e as rubricas do Jornal da Noite ‘Perdidos e Achados’ e ‘Reportagem Especial’ irão manter-se na antena. Alcides Vieira, director de Informação da estação de Carnaxide, sublinha: “Queremos ser uma referência na Informação e vamos ter todos os géneros jornalísticos no ar.”

Mário Crespo é uma das grandes novidades no canal generalista de Carnaxide. O pivô mais antigo da Europa, até agora a apresentar o jornal das 21h00 e o programa ‘60 Minutos’, na SIC Notícias, estreia, a partir de segunda-feira (dia 12), um programa de entrevistas na SIC. Rodrigo Guedes de Carvalho, que está à frente do Jornal da Noite ao lado de Clara de Sousa, passará a conduzir igualmente um debate semanal, ‘Aqui e Agora’, entre as 21h00 e as 22h00. O formato será próximo de ‘Prós e Contras’, com Fátima Campos Ferreira, na RTP1, mas o dia de estreia ainda não está definido.

O entretenimento também faz parte da nova oferta. No que respeita aos programas, Luís Marques promete “estabilidade na oferta e no horário”. Bárbara Guimarães é a grande aposta e estreia, já neste domingo, ‘Atreve-te a Cantar’ (ver entrevista na pág. 8). Mas ohumor também tem um lugar reservado na antena. Os Gato Fedorento deverão regressar com a segunda série de ‘Zé Carlos’ no final do ano. Até então “há a possibilidade de contarmos com eles ao longo do ano, dado que este será forte em termos políticos”, refere Nuno Santos.

Camilo de Oliveira terá uma nova série de programas na SIC. ‘Camilo, O Presidente’ já está “em pré-produção e estará brevemente em produção”, explica o director de Programas. ‘A Roda da Sorte’ acaba de ser substituído por ‘Nós Por Cá’ mas Herman José está em conversações com a estação para estudar um novo programa. Já no domingo estreia outro formato de humor: o brasileiro ‘Toma Lá Dá Cá’, semelhante a ‘Sai de Baixo’, também com Miguel Falabella. Na ficção, a SIC estreia “em breve ‘Vida Privada de Salazar’, que será emitido em dois dias”, explica Nuno Santos. Novas caras como Carla Matadinho também vão surgir no ecrã em 2009. “A TV faz-se deste equilíbrio de caras, que são referência para os telespectadores, e o surgimento de novas capazes de surpreender”, explica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)