Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

SIC perde recurso no caso ‘Supernanny’

Canal de Paço de Arcos está impedido de emitir formato sem autorização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).
Duarte Faria 22 de Maio de 2020 às 08:43
A psicóloga clínica Teresa Paula Marques era a ‘Supernanny’ do programa da SIC, emitido em janeiro de 2018
A psicóloga clínica Teresa Paula Marques era a ‘Supernanny’ do programa da SIC, emitido em janeiro de 2018 FOTO: Direitos Reservados
Chegou ao fim o processo ‘Supernanny’. O Tribunal Constitucional (TC) confirmou a decisão do Supremo (STJ) sobre o programa da SIC, datada de 30 de maio de 2019, que sujeita a participação de menores em programas de televisão a autorização da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ).

O canal de Paço de Arcos recorreu desta decisão mas, agora, o TC considerou que a norma não é inconstitucional. Significa isto que a SIC só pode voltar a emitir o programa que tinha a psicóloga clínica Teresa Paula Marques como figura central se a CPCJ autorizar.

Recorde-se, no entanto, que este organismo sempre se manifestou contra o formato - que estreou na SIC a 14 de janeiro de 2018 e do qual foram emitidos apenas dois episódios - por considerar que o mesmo tem "elevado risco" de "violar os direitos das crianças", nomeadamente o direito à reserva da vida privada.

No fim de janeiro de 2018, o canal de Francisco Pinto Balsemão foi obrigado a suspender a exibição de ‘Supernanny’ devido à polémica que se gerou e vários episódios, que já tinham sido gravados, ficaram na gaveta. Os pais das crianças foram chamados e acompanhados pelas CPCJ das respetivas áreas de residência.

Questionada pelo CM sobre a decisão do TC, fonte oficial da SIC recusou fazer comentários.

Em ‘Supernanny’, Teresa Paula Marques ia ao encontro das famílias para ajudar a controlar a rebeldia dos filhos e dar resposta aos apelos de pais e educadores.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)