Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
9

Sindicato dos Jornalistas apoia Mário Crespo

Mário Crespo manifestou-se hoje satisfeito com o parecer emitido pelo Sindicato dos Jornalistas, segundo o qual o director do 'Jornal de Notícias' actuou de forma "censória" ao recusar a publicação de uma sua crónica.
16 de Abril de 2010 às 22:28
Mário Crespo concorda com parecer do Conselho Deontológico do Sindicato de Jornalistas
Mário Crespo concorda com parecer do Conselho Deontológico do Sindicato de Jornalistas FOTO: Mariline Alves

"É-me muito grato que o Conselho Deontológico tenha analisado do mesmo modo que eu senti o que estava a acontecer. Para mim, foi um acto inexplicável  de censura, tanto quanto censura é omissão de noticiário ou matéria editorial  por razões políticas ou de correcção política. É a adulteração do fluxo informativo do país e foi isso que o director do 'Jornal de Notícias' fez", declarou Mário Crespo.

O caso remonta a 1 de Fevereiro, quando José Leite Pereira, director do diário onde Mário Crespo mantinha uma coluna semanal, se escusou a publicar uma crónica intitulada ‘O Fim da Linha’, na qual o jornalista acusou membros do Governo, incluindo José Sócrates, de terem falado depreciativamente sobre ele durante um almoço realizado em Lisboa.

Ver comentários