Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
5

SOMOS TODOS MUITO BONS

Sem falsas modéstias e com grande dose de descontracção e muito bom humor. Foi assim que Nuno Mega se apresentou aos jornalistas ontem, o dia que se seguiu à sua expulsão da ‘Operação Triunfo’ (’OT’). E, apesar de não ter cumprido os seus objectivos – “gostava de ter chegado à 10.ª gala, era uma meta razoável” –, o Mega (como ficou conhecido entre os colegas) não esmoreceu.
4 de Novembro de 2003 às 00:00
“Agora estou um pouco às escuras quanto ao futuro”, brincou o ex-concorrente da ‘OT’, ontem, na conferência de imprensa em que começou por chamar ‘papões’ aos jornalistas. Um tom humorista que foi mantendo ao longo da conversa e que também caracteriza aquele a quem o júri chamou de “o espírito da OT”. Aliás, Nuno é relembra esta expressão como um dos momentos que mais o emocionou durante a estadia na ‘OT’, a ele que se considera um jovem com “carisma”, que acredita na sua potencialidade, bem como na dos colegas que deixou dentro da escola: “Somos todos muito bons,” afirmou. Agora, aguarda as “propostas que possam surgir”, sem saber se poderá regressar ao trabalho de operador de máquinas numa tipografia, a função que cumpria antes de entrar na escola da Venda do Pinheiro. Mas ele garante que vai atrás do sonho: “O que eu quero é cantar”, reforça, convicto, apresentando em seguida o seu cantor favorito. “Não conhecem o Luiz Miguel? Ele é muito conhecido aqui ao lado, em Espanha. É mexicano e é mais falado por ser o ‘ex’ de Mariah Carey”, brinca o ex-aluno.
OS NOMEADOS
No próximo domingo, Rita e André disputam a permanência na ‘OT’, depois de Dino voltar a ser salvo das nomeações pelos colegas, e Aline pelos professores. Os familiares dos dois nomeados desta semana são unânimes na confiança que mantêm nos seus rebentos, apesar de mostrarem algum cepticismo quanto aos critérios do júri: “Isto é um jogo, alguém tem que sair. O júri é soberano, deve saber”, afirma Eduardo, pai do açoriano. Também Fernando, pai da Rita, deixa as suas dúvidas: “Não sei se os que cantam têm que ser melhores do que os originais, ou se são os originais que são inferiores”.
DA WEASEL APOIAM DINO
Mesmo de muletas – resultado ainda de uma perna partida há três anos, num concerto no Festival do Sudoeste – Virgul não quis deixar de apoiar o amigo. Afinal, Dino, além de correr o risco de ser expulso da ‘OT’ (era nomeado, juntamente com Nuno Mega), ia interpretar um tema bem familiar a este espectador ‘especial’.
‘Tás na Boa’ é uma canção de sucesso dos Da Weasel que Virgul conhece bem já que integra a banda de hip-hop portuguesa. “Este é um tema difícil para ele que está habituado a cantar temas mais melódicos. Imagino-o mais a cantar R & B (‘rhythm and blues’), soul, afirmou o amigo, no final da gala de domingo. Quanto ao facto de Dino repetir a nomeação, Virgul mantém a diplomacia: “Agora começa a ser cada vez mais complicado. Eles são todos muito bons e alguém tem que ser nomeado.”
Ver comentários