Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

Sporting indignado com Sousa Tavares

“Aquilo que Miguel Sousa Tavares escreveu no jornal ‘A Bola’ é uma ofensa e um insulto a toda a família sportinguista e também aos profissionais que desenharam e construíram o Estádio José Alvalade. Não passa de uma arruaça.” As declarações do director de Comunicação do clube leonino, Miguel Salema Garção, publicadas no site da instituição, reflectem a forma como a crítica do jornalista ao estádio projectado por Tomás Taveira foi recebida pelo Sporting.
5 de Julho de 2007 às 00:00
“Há dias (...) tive ocasião de conhecer por dentro o Alvalade XXI – que, por fora, já achava a coisa mais feia feita em Lisboa nos últimos 30 anos. Aquilo é absolutamente indescritível! Não apenas é horrendo, deprimente, como também tem um ar sujo, prematuramente degradado, parece um palácio de congressos africano construído por chineses”, lê-se na crónica do jornalista,
Contactada pelo CM, a direcção de Comunicação do Sporting diz que, apesar da indignação, o clube não vai processar Miguel Sousa Tavares. À crítica, o escritor responde com outra pergunta: “Então já não se pode dizer que o estádio é feio?” Sobre a eventualidade de um processo, Sousa Tavares não se preocupa: “A única coisa que temo são aviões e tremores de terra. Sabia que eles tinham um estádio feio, não sabia era que tinham falta de humor.”
Ver comentários