Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

TDT: 23 queixas no Provedor de Justiça

Um total de 23 queixas sobre a migração do sinal analógico de televisão para o digital chegaram este ano à Provedoria da Justiça, a maior parte das quais por dificuldade de recepção, segundo informação daquele organismo.
26 de Junho de 2012 às 14:37
Introdução da TDT não foi pacífica
Introdução da TDT não foi pacífica FOTO: Paulo Duarte

As queixas sobre o processo que terminou em definitivo com as emissões analógicas a 26 de Abril deram entrada até 21 de Junho.

As primeiras queixas a chegar datam de Abril de 2011, num total de seis.

Numa resposta enviada à Lusa, a provedoria indica que os motivos mais frequentes das queixas recebidas desde o ano passado são os custos elevados (oito até ao momento) e dificuldades na recepção do sinal (16).

As restantes queixas "têm muito pouca expressão e versam sobre casos pontuais, nomeadamente dúvidas quanto aos procedimentos a adoptar para receber TDT e reclamações sobre equipamento avariado", lê-se.

A provedoria tem encaminhado os queixosos para a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM), "sem prejuízo da audição desta entidade sempre que tal se justifique - mormente quando os interessados já se lhe dirigiram, sem que o assunto fosse resolvido".

Segundo a mesma resposta do gabinete do provedor Alfredo José de Sousa, em alguns casos de audição da ANACOM "esta entidade tem dado conta da resolução de problemas de falta de sinal em diversas zonas do país, mas prossegue a instrução de vários outros processos sobre este mesmo problema".

 

TDT Televisão Queixas Provedor
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)