Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
2

TROMBETAS JÁ SE OUVEM

As três grandes estações generalistas apostam com trunfos fortes na grande batalha das audiências que se inicia dentro de dias. Alguns dos anúncios promocionais estão já no ar. E as novidades não se resumem a ‘Operação Triunfo II’ (RTP1), ‘Ídolos’ (SIC) e ‘Big Brother 4’ (TVI).
23 de Agosto de 2003 às 16:56
TVI: ÊXITO DE ‘BB 4’ POTENCIA NOVELAS
Face à subida notória da SIC nos últimos seis meses em termos de audiências, a TVI – que ganhou pontualmente, mas no geral perdeu os dias para Carnaxide – vai querer reconquistar um lugar que já foi seu, especialmente desde o aparecimento do primeiro ‘Big Brother’.
Por isso, no próximo dia 31 vai arrancar o ‘BB 4’, uma verdadeira mola para elevar audiências, com a ‘incontornável’ Teresa Guilherme na apresentação, coadjuvada por Pedro Miguel Ramos. Recorde-se que esta pode ser a oportunidade que faltava para Teresa se ‘redimir’ em termos de audiência junto da direcção de José Eduardo Moniz, após o desaire de alguns seus últimos programas – ‘Rosa Choque’ ou ‘Nasci Prà a Música’ – por culpa do formato ou do horário. A casa está quase pronta e o esquema deve manter-se com apenas algumas alterações (ver páginas 20-21).
De resto, a TVI continua a apostar nas telenovelas portuguesas, que se têm revelado grandes chamarizes de espectadores. Após a estreia retumbante de ‘O Teu Olhar’ e das bem sucedidas caminhadas de ‘Saber Amar’ e ‘Amanhecer’, a estação estreia em 1 de Setembro a nova série ‘Morangos com Açúcar’ (ver páginas 16-17), antes de entrar no ‘Projecto Alentejo’, que deverá chegar aos ecrãs até final do ano. L
TRÊS NOVAS SÉRIES
Foi prometida por José Eduardo Moniz a estreia, até ao fim do ano, de três séries, uma das quais com o título provisório ‘O Homem Ideal’, que conta com as participações de Pedro Lima e Vera Alves.
E na TVI aguarda-se, também, o anúncio de um novo programa matinal (das 7h00 às 10h00), eventualmente apresentado por Júlia Pinheiro, que irá concorrer com ‘Bom Dia Portugal’ da RTP1. À espera de decisão está, também, o tão badalado ‘Alto Nível’, de Cláudio Ramos e Cinha Jardim. Em Outubro iremos ver ainda Teresa Guilherme na 2ª edição de ‘QI’, uma emissão única dedicada, desta vez, à temática dos condutores. E o próprio José Eduardo Moniz alimenta a esperança de lançar no Outono um programa de informação, apresentado por ele próprio, com periodicidade quinzenal ou semanal.
SIC: ‘ÍDOLOS’ LANÇA A GRANDE ÂNCORA
A SIC aposta tudo por tudo em ‘Ídolos’, um programa centrado na descoberta de talentos musicais, e que lá fora tem alcançado muito sucesso. Apresentado pela dupla Sílvia Alberto-Pedro Granger, os ‘castings’ para ‘Ídolos’ prosseguem por todo o País, para que no dia da estreia, 5 de Setembro, nada possa falhar. Serão 21 programas que revelarão novos nomes para a canção nacional, mostrando aos telespectadores – além da gala nas sextas-feiras – imagens dos bastidores e entrevistas com os concorrentes.
A estreia mundial desta produção da FremantleMedia e da 19TV ocorreu há um ano na Grã-Bretanha, sob o título ‘Pop Idol’, constituindo um autêntico fenómeno de audiências. O mesmo aconteceu com a versão americana, ‘American Idol’. Até agora, o programa já foi emitido em nove países e – tal como em ‘Operação Triunfo’ – criou novos ídolos e rostos para os mercados locais da música ligeira. De recordar que ‘Ídols’ ganhou a ‘Rosa d’Ouro’ de Montreux em 2002, o mais prestigiado prémio televisivo europeu.
‘Ídolos’ será, assim, a âncora da nova grelha de programas da SIC. Dos milhares de candidatos, restarão 30, e desses, 10 serão escolhidos directamente pelo público, que os eliminará semanalmente através da votação telefónica. Segundo Manuel Fonseca, director de Programas da SIC, “‘Ídolos’ tornou-se num dos mais falados programas do novo milénio”.
PORTUGUÊS DA EUROPA JUNTA-SE AO DO BRASIL
Um dos trunfos da SIC para a nova época é a telenovela portuguesa ‘O Jogo’, que tem Pedro Granger entre os protagonistas. Acabada de gravar em Abril, deverá estrear apenas em Janeiro. Mas no domínio das telenovelas, são as faladas em português do Brasil que constituem o trunfo forte da estação. A novela brasileira ‘Agora É que São Elas’, com Miguel Falabella e Marisa Orth, deverá estrear em 8 de Setembro, substituindo ‘O Beijo do Vampiro’. Por último, a transferência de Pedro Santana Lopes da RTP para a SIC como comentador semanal da actualidade, vai seguramente pôr mais gente a ver o ‘Jornal da Noite’ nessa edição. Excluída que está a possibilidade de ser no domingo – por causa de Marcelo Rebelo de Sousa na TVI – resta saber qual será o dia escolhido, tudo apontando para segunda ou terça-feira. E um novo programa de grande reportagem está previsto para o início do Outono.
RTP1: ‘OPERAÇÃO II’ JOGA NA AFECTIVIDADE
Os centros decisores da estação estatal não temem começar tarde. Apesar de não o reconhecerem, ‘Ídolos’ é um programa rival...
Após a auspiciosa estreia de ‘Operação Triunfo’ – em Portugal e Cabo Verde – e da bem sucedida digressão dos concorrentes no primeiro semestre deste ano na RTP, uma nova edição vai acontecer em Setembro. A RTP aposta na ligação afectiva do programa ao seu público, reservando a estreia da 2ª edição para finais de Setembro, quando o rival ‘Ídolos’, da SIC, já contará com algumas semanas de emissão no efectivo.
Ultimam-se os pormenores e os ‘castings’, mas tudo vai permanecer igual, já que o formato se revelou ganhador. Não se chegando ao ponto – como em Espanha – de manter na TV cabo um ‘Canal OT’, funcionando 24 horas por dia com as galas e reportagens das edições locais e estrangeiras (como a portuguesa e a mexicana), o programa visa reforçar as audiências da televisão pública, com uma muito segura Catarina Furtado (novamente) na condução.
Vai ser o ‘mano-a-mano’ com os ‘Ídolos’ da SIC que, embora tenham objectivos comuns, alcançam os resultados através de formatos diferentes.
Está quase a terminar a digressão nacional dos concorrentes da ‘Operação Triunfo’ iniciada no Parque de Monsanto, em Lisboa. Os próximos espectáculos estão agendados para: hoje e amanhã (Porto Santo, Penedo do Sono), dia 29 (Ponta Delgada, Calheta Perô de Taive), dia 31 (Barcelos, Largo da Feira) e 8 de Setembro (Montemor-o-Novo, Feira da Luz).
FAZER MILIONÁRIOS
Descartada que está a hipótese de uma novela portuguesa em horário nobre, a RTP tem ainda como trunfos principais da sua programação o regresso, em finais de Setembro, do concurso ‘Quem Quer Ser Milionário?’ com Jorge Gabriel (que abandona ‘O Preço Certo em Euros’), no lugar de ‘Passo a Palavra’.
O futebol continua a ser (também) uma das apostas máximas da RTP (tal como revelou ao Correio TV o responsável pelo departamento de Desporto, Paulo Catarro), com um jogo da Superliga a ser semanalmente transmitido.
Previsto para iniciar-se ainda em Setembro está também um novo programa de debate político, com representantes dos partidos representados parlamentarmente, em moldes a anunciar. E, por fim, Nicolau Breyner está a preparar uma comédia de situação para a RTP1.
Ver comentários