Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
8

TSUI HARK - AO ATAQUE!

Foi ele quem levou os efeitos especiais até Hong Kong e tornou Jet Li mundialmente conhecido. O campeão mundial de Wu Shu veste a pele de um justiceiro que trava delirantes cenas de combate na China do século XIX.
4 de Julho de 2002 às 19:34
Tsui Hark
Tsui Hark
Chama-se Tsui Hark ou Hark Tsui (pronuncia-se “choi hok”), e a indiferença com que os nomes são alinhados — o próprio costuma assinar os seus filmes de ambas as formas — deixa perceber imediatamente a singularidade deste realizador, do qual a RTP2 exibe cinco filmes de segunda a sexta-feira.

Considerado um dos maiores cineastas asiáticos – no Ocidente é conhecido como o Steven Spielberg de Hong Kong —, começou por estudar cinema nos EUA e só depois regressou ao seu país para começar a trabalhar a sério.

Em Hollywood, Tsui Hark tornou-se adepto ferrenho dos efeitos especiais, que depois passou a usar nos seus filmes, revolucionando a indústria cinematográfica de Hong Kong. A sua obra mais conhecida, “Aconteceu uma Vez na China” (Huang Fei-Hong), foi seguida de cinco sequelas, todas protagonizadas por Jet Li, campeão mundial de Wu Shu (uma arte marcial) e estrela de “Os Heróis de Shaolin”, série já exibida na RTP.

Nesta saga, Tsui Hark imortalizou a figura real do médico e mestre de artes marciais Huang Fei-Hong (interpretado por Jet Li) que, nos finais do século XIX, em Cantão, participou nos conflitos entre as potências ocidentais e o povo chinês que se revoltava contra o colonialismo. O resultado foram seis filmes realizados com um admirável sentido épico e marcados por espectaculares sequências de artes marciais.

NATURAL DO VIETNAME, onde nasceu em Janeiro de 1951, Tsui Hark pegou pela primeira vez numa máquina de filmar aos 13 anos e logo começou a dar asas à sua imaginação. Em 1966, foi enviado pela família para estudar em Hong Kong e, três anos depois, já estava nos EUA a frequentar a Universidade de Austin.

Concluído o curso de artes cinematográficas, começou a trabalhar como editor num jornal chinês de Nova Iorque. Foi então que, em 1977, decidiu regressar a Hong Kong e fazer aquilo que estava destinado a fazer: filmes.

Seja como argumentista, produtor, realizador ou actor, Tsui Hark é uma lenda do cinema de Hong Kong, apesar de fazer várias colaborações com cineastas que se radicaram nos EUA, como é o caso de John Woo. Até agora, as únicas películas que dirigiu e produziu em Hollywood foram “Duplo Team” (1997) e “Embate” (1998), ambas com Jean-Claude Van Damme.

Espectáculo de artes marciais

O ciclo “5 Noites 5 Filmes” abre com “Aconteceu uma Vez na China” (1991), em que Jet Li surge na pele de “Feung Fei-Hung”, um professor de artes marciais que, na Cantão do século XIX, enfrenta os exércitos ocidentais que levam mulheres chinesas para o Ocidente para se prostituírem. Esse conflito continua no segundo filme da saga, datado de 1992. Em “Piratas nos Mares da China” (1996), “Feung Fei-Hung” é interpretado por Man Cheuk Chiu e envolve-se com piratas no Mar da China. Finalmente, no 6º e último filme da saga, realizado em 1997, Jet Li retoma o papel que o tornou famoso. Desta feita, o mestre das artes marciais vai até ao Oeste americano, onde enfrenta várias tribos de índios. Para terminar, a RTP2 exibe “Espada de Sangue” (1995), uma história de amor e coragem em que Wing Zhao interpreta um espadachim com um só braço que tenta vingar a morte do pai.


RTP 2 | 00.00
Segunda-feira | “Aconteceu uma Vez na China”
Terça-feira | “Aconteceu uma Vez na China II”
Quarta-feira | “Piratas nos Mares da China”
Quinta-feira | “Aconteceu uma Vez na China VI”
Sexta-feira | “Espada de Sangue”
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)