Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
7

TVE AFASTA CORRESPONDENTE

Ángela Rodicio, correspondente da TVE (televisão pública espanhola) para o Médio Oriente, foi destituída do cargo e está agora sujeita a um processo disciplinar. Tudo porque sobre si recai a suspeita de ter desviado cerca de 120 mil euros da TVE em facturas falsas, principalmente, nas suas deslocações ao Iraque, onde não era possível justificar as despesas. O processo pode levar ao seu despedimento.
29 de Dezembro de 2003 às 00:00
Oficialmente, a estação afirma que o seu afastamento se deveu a "irregularidades económicas", não revelando que a decisão surgiu na sequência de uma auditoria da empresa à contabilidade de Rodicio.
Esta, por seu turno, refuta as acusações, adiantando ainda que não lhe deram oportunidade de defesa e que foi forçada por Alfredo Urdaci, director de Informação da estação, a assinar um documento em inglês, que nem sequer leu.
O afastamento de Ángela Rodicio causou polémica, levando os jornais espanhóis a cobrirem o caso nos últimos dias.
A jornalista estava na TVE desde 1989 e destacou-se na cobertura da Guerra do Golfo, em 1991.
Ver comentários