Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
1

TVI já vendeu novelas e séries para 35 países

Angola e Moçambique são os principais destinos. ‘Saber Amar’ e ‘A Única Mulher’ são as mais exportadas.
Duarte Faria 6 de Abril de 2017 às 08:38
Ângelo Torres, Lourenço Ortigão e Alexandra Lencastre protagonizaram a novela ‘A Única Mulher’, da TVI
Ângelo Torres, Lourenço Ortigão e Alexandra Lencastre protagonizaram a novela ‘A Única Mulher’, da TVI FOTO: Direitos Reservados
Principal produtora de ficção nacional nas duas últimas décadas, a TVI tem apostado forte na exportação. No total, as novelas e séries de Queluz de Baixo, produzidas pela Plural (ambas do grupo Media Capital), já foram vendidas para 35 países.

Angola e Moçambique são os principais destinos, seguidos de Chile, Hungria, México, Roménia e EUA. ‘Saber Amar’ (2003) e ‘A Única Mulher’ (2015) foram os conteúdos mais vendidos. As séries ‘Jóia de África’ (2003), ‘Olá Pai’ (2003) e ‘Morangos com Açúcar’ (2003 a 2012) também têm tido bastante procura.

Esta área de negócio registou um forte crescimento nos últimos anos, apesar do canal não revelar valores. Margarida Vitória Pereira, responsável de vendas internacionais da TVI, confirma ao CM ter existido uma "evolução brutal" na internacionalização da ficção portuguesa nos últimos anos.

A SP Televisão, produtora das novelas da SIC e de várias séries da RTP, também tem estado ativa. "Foi feita uma curva de aprendizagem e verifica-se que, nos últimos anos, houve um reconhecimento do trabalho e da qualidade da produção portuguesa", afirma José do Amaral, diretor de novos negócios da SP.

Recentemente, a produtora vendeu as séries ‘Aqui Tão Longe’ e ‘Sinais de Vida’ (RTP) para a Tailândia e Singapura, e a novela ‘Coração d’Ouro’ (SIC) para a Polónia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)