Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media

UE critica falta de união

O presidente da associação europeia que junta empresas de media e telecomunicações no combate à pirataria (AEPOC) diz que a situação portuguesa “não é preocupante”, mas critica a falta de união dos intervenientes do sector.
2 de Julho de 2007 às 00:00
“Seria importante que todos os players tivessem sistemas mínimos de segurança e protecção de conteúdos”, afirmou o presidente da AEPOC, Jean Grenier, num encontro em Lisboa. Em Portugal, nota-se falta de “sensibilidade conjunta” garantiu Granier. Mas reconheceu que a situação portuguesa, no que toca à acção de piratas (cerca de 350 mil na Tv por cabo), “não foge ao normal”.
Ver comentários