Barra Cofina

Correio da Manhã

Tv Media
6

Um ano de Flor Pedroso divide redação da RTP

Polémicas a envolver diretora de Informação - a primeira na história da TV pública - geram contestação entre jornalistas.
Duarte Faria 22 de Outubro de 2019 às 08:04
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso é diretora de informação da RTP
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso é diretora de informação da RTP
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso
Maria Flor Pedroso é diretora de informação da RTP
Um ano depois de ter sido nomeada, o trabalho de Maria Flor Pedroso como diretora de Informação divide a redação da televisão pública. "Já não é novidade que ser diretor de informação da RTP não é uma tarefa nada fácil - como prova a história -, tanto pelas pressões externas como internas. Mas a verdade é que a Flor Pedroso tem sido envolvida em demasiadas polémicas em tão pouco tempo, algumas por culpa dela, e isso tem gerado anticorpos", conta fonte da RTP.

Uma outra fonte ouvida pelo CM, que prefere manter o anonimato, revela que a redação "está dividida em fações" e que o caso do ‘Sexta às 9’ "foi a gota de água". Ainda assim, o Conselho de Redação tem, em alguns casos, "estado à margem destas polémicas, o que ainda divide mais a equipa".

Desde a nomeação, a 12 de outubro do ano passado, que o mandato de Flor Pedroso - a primeira mulher no cargo - não tem sido pacífico. A escolha de Cândida Pinto e Helena Garrido - duas jornalistas externas à empresa - para suas diretoras- -adjuntas fez correr muita tinta e levou Flor Pedroso a dizer que a direção cairia se não fosse aceite pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Depois, uma série de casos denunciados pelo CM gerou contestação na redação e levou a acusações de alinhamento com o Governo. Primeiro, o desaparecimento da gravação em bruto de uma entrevista ao primeiro-ministro, António Costa, e o facto de Cândida Pinto ter ‘assumido’ no ‘Telejornal’ a autoria de uma reportagem sobre o Daesh que não era sua.

A isto somou-se o bloqueio de uma notícia sobre os prémios na TAP e a não emissão do programa ‘Sexta às 9’ durante o período de campanha eleitoral - que gerou críticas de Rui Rio e Ana Gomes. Mais recentemente, a falta de meios para Paulo Dentinho realizar uma entrevista, no Brasil, a Lula da Silva, também mereceu críticas internas.

PORMENORES
Guerra aberta
Há duas semanas, o CM revelou que Flor Pedroso e Sandra Felgueiras (‘Sexta às 9’) estão de costas voltadas. As protagonistas negam publicamente, mas fontes da redação confirmam.

Sucede a Dentinho
Flor Pedroso substitui Paulo Dentinho após este ter colocado o lugar à disposição devido à publicação no Facebook de textos polémicos sobre Ronaldo.

Recusa fazer balanço
O CM pediu um balanço a Flor Pedroso, mas esta remeteu para janeiro, quando faz um ano que entrou em plenas funções.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)