Barra Cofina

Mudar de vida: lições de um homem que foi a pé ao Evereste

Chega ao mercado o novo livro do filósofo norueguês.
Por A.M.R. 26 de Outubro de 2020 às 14:43

"Tenho a esperança de que este livrinho o ajude – seja qual for a sua idade ou género – a encontrar o seu próprio Polo Norte, o seu próprio monte Evereste, o seu próprio sonho", escreve Erling Kagge no início de ‘Filosofia para Exploradores Polares’, acabado de publicar no nosso país (Quetzal).

O famoso explorador norueguês – que foi a primeira pessoa a chegar, a pé, e sem o apoio de cães, ao Polo Norte, ao Polo Sul e ao Evereste – já nos tinha presenteado com ‘A Arte de Caminhar’ e ‘Silêncio na Era do Ruído’, dois livros de autodesenvolvimento que parecem ser uma síntese de várias teorias sobre o bem-estar, a felicidade e a busca de um sentido para a vida. Aqui, continua a trilhar esse caminho, com o estilo a que já nos habituou: simples, humilde e sem moralismos.

Kagge, que exerceu advocacia, estudou filosofia e é fundador de uma das maiores editoras da Noruega, partilha com o leitor tudo o que aprendeu nas suas viagens. Recomenda a prática da meditação, o contacto regular com a natureza e uma redução drástica no consumo de tecnologias. Escreve, a certo momento, "quanto mais me afasto na natureza, e mais aumenta a minha disponibilidade para o mundo moderno, mais agitado me sinto. Mais infeliz, também".

Um livro recomendado a quem se sinta um pouco perdido e precise de repensar a vida, a relação com o trabalho e de encontrar uma finalidade para a existência.

Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Como combater os efeitos do frio na pele

Com a descida das temperaturas, estes são os conselhos especializados para a perda de hidratação – e todas as restantes desgraças que afetam a pele no inverno.