Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Quanto tempo sem sexo é muito tempo?

Ter uma vida sexual constantemente ativa é um privilégio de um número raro de pessoas. O resto dos mortais oscila entre períodos de sexo frequente e épocas sem nada, independentemente de terem ou não um parceiro.
31 de Março de 2020 às 14:05
Quanto tempo sem sexo é muito tempo?
Quanto tempo sem sexo é muito tempo?

Períodos de abstinência sexual são tão necessários quanto o jejum, mas se forem prolongados demais, especialmente sem ser uma escolha da pessoa, poderão ter consequências físicas e psicológicas. Experimente cancelar a inscrição no ginásio durante seis meses e veja como o seu corpo reage. Ou seja, a vida sem sexo é perfeitamente possível, mas não é a melhor vida, por assim dizer.

Quisemos, por isso, saber quanto tempo sem sexo é tempo demasiado? Marta Crawford, sexóloga e terapeuta familiar, tenta explicar-nos a razão da resposta não poder conter um número exato: "É muito variável porque depende do registo de cada casal. Individualmente as pessoas são capazes de aguentar mais tempo sem uma relação sexual." Marta reitera que recorrer à masturbação é uma forma de satisfação sexual, já que o que se entende por relações sexuais não se limita apenas à penetração ou masturbação recíproca, mas que abrangem muitas outras práticas e o o que de alguma forma dá prazer e satisfação. "Portanto, uma pessoa que se masturba consegue aguentar bastante tempo sem uma relação a dois", lembra, afirmando que quem não o faz também resiste mais tempo, já que por alguma razão não tem motivação sexual. "E muito tempo estamos a falar de muito tempo. Há pessoas que não tem uma relação há um ano, às vezes meses, pode muito variar e depende muito de cada pessoa."

Ou seja, uma pessoa com grande carga sexual, com grande necessidade de satisfação sexual e também de proximidade e intimidade é alguém para quem a sexualidade é muito importante e faz parte do seu equilíbrio e bem-estar – e por essa mesma razão é alguém que precisa de ser sexualmente ativa. "Uma pessoa que tem uma atividade sexual semanal ou diária, obviamente quando deixa de ter lida mal com isso porque a sua vontade é mais frequente e a abstinência mais difícil de gerir", explica a sexóloga ao completar que as pessoas aguentam muito tempo sem sexo. "Entre a personalidade da pessoa, a forma como ela se expressa sexualmente, as necessidades de cada um em cada momento da sua vida pode-se aguentar mais ou menos", conclui. Por isso nunca será possível encontrar um número certo.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas