Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Três em cada dez mulheres dizem ter sido vítimas de abuso no parto, segundo estudo

Principais conclusões do inquérito apontam que "quanto maior é o sentimento de controle das mulheres sobre a sua experiência de parto, maior a satisfação vivenciada".
Por Lusa 22 de Dezembro de 2020 às 13:29
Parto
Parto FOTO: Unsplash
Três em cada 10 mulheres inquiridas num estudo sobre a experiência de parto afirmaram ter sido vítima de abuso, desrespeito e discriminação, sendo as intervenções não consentidas as apontadas como a forma mais recorrente dessa violência.

Promovida há um ano pela Associação Portuguesa pelos Direitos da Mulher na Gravidez e Parto (APDMGP), a segunda edição do inquérito "Experiências de Parto em Portugal", analisou o período 2015-2019, segundo dados a que a Lusa teve esta segunda-feira acesso.

O objetivo foi o de "conhecer as experiências das mulheres em termos das características do parto e da satisfação pessoal com o mesmo, assim como eventuais situações de abuso ou desrespeito que possam ter sido vivenciadas no seu decorrer".

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Deixou de fazer exercício físico e agora?

Começou com uma semana que depressa se tornou num mês e, quando deu por si, já não treinava há um ano. Pensava mesmo que o seu corpo não ia dar conta? Um especialista explica o que acontece física e mentalmente quando deixamos de nos exercitar regularmente. E avança com soluções para voltar à boa forma.