Barra Cofina

Coronavírus: Poderão as células estaminais ajudar a tratar a doença?

Estudo publicado na revista científica Aging and Disease teve resultados promissores: todos os doentes melhoraram depois de lhes serem administradas células do cordão umbilical.
Por Lucília Galha 29 de Março de 2020 às 15:01
Coronavírus xxx
Coronavírus xxx

Será que as células do cordão umbilical podem ajudar a tratar a Covid19? Com base nesta premissa foi feito, recentemente, um estudo e os resultados são promissores: em sete doentes com pneumonia causada pelo vírus, três recuperaram e tiveram alta 10 dias depois do tratamento. Os outros quatro também melhoraram e recuperaram função pulmonar.

O estudo, que foi publicado na revista científica Aging and Disease, reuniu investigadores de vários países – como a China, os Estados Unidos, Israel, Espanha, Índia, Coreia do Sul, Reino Unido e França – e concluiu que estas células, chamadas mesenquimais, têm potencial para tratar a doença.

Este tipo de células estaminais tem sido testado, com sucesso, em doenças inflamatórias com envolvimento do sistema imunitário. Têm potencial na reparação de tecidos lesados e permitem também regular a atividade do sistema imunitário.

Segundo os autores do estudo, a administração intravenosa destas células do cordão umbilical foi particularmente eficaz nos doentes em estado crítico. Sabe-se já que a gravidade da doença, em algumas pessoas, está ligada a uma reação descontrolada do seu sistema imunitário, dizem os cientistas. Logo, prevenir e reverter esta situação pode ser uma forma de os salvar, aponta o artigo. É esse o papel destas células.

Contudo, ainda é apenas uma esperança, já que o estudo contou com apenas sete doentes. Serão precisas ainda mais investigações que incluam um maior número de doentes para validar a eficácia destas células.  

Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Como combater os efeitos do frio na pele

Com a descida das temperaturas, estes são os conselhos especializados para a perda de hidratação – e todas as restantes desgraças que afetam a pele no inverno.