Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Estudo permite melhorias no diagnóstico de pacientes com a doença dos pezinhos

30 pacientes em diferentes fases de desenvolvimento da doença participaram no estudo.
Por Lusa 17 de Dezembro de 2020 às 14:06
Teste do pezinho
Teste do pezinho FOTO: Direitos Reservados
Um estudo desenvolvido pelo Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) em pacientes com a doença dos pezinhos concluiu permitir "melhorias no diagnóstico" com recurso a câmara de 3D (três dimensões), foi hoje anunciado.

Em comunicado, o instituto do Porto explica que o estudo, publicado na revista Frontiers in Neurology, teve por base uma análise quantitativa dos parâmetros de marcha de vários doentes com paramiloidose, também designada de doença dos pezinhos.

No estudo, que envolveu 30 pacientes em diferentes fases de desenvolvimento da doença, os investigadores recorreram a uma câmara 3D para monitorizar os movimentos corporais e, posteriormente, tendo por base um 'software', extraíram parâmetros relacionados com a marcha.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Deixou de fazer exercício físico e agora?

Começou com uma semana que depressa se tornou num mês e, quando deu por si, já não treinava há um ano. Pensava mesmo que o seu corpo não ia dar conta? Um especialista explica o que acontece física e mentalmente quando deixamos de nos exercitar regularmente. E avança com soluções para voltar à boa forma.