Barra Cofina

Uma crise silenciosa de hipoglicémia pode matar

Maioria dos doentes desvaloriza episódios e não os comunica ao seu médico.
Por Vanessa Fidalgo 28 de Dezembro de 2019 às 01:30
Diabetes
Enfermeira Dulce do Ó
Emiliana Querido preside a FPAD
Diabetes
Enfermeira Dulce do Ó
Emiliana Querido preside a FPAD
Diabetes
Enfermeira Dulce do Ó
Emiliana Querido preside a FPAD
As crises de hipoglicémia, provocadas pela baixa concentração de glicose (açúcar) no sangue, são comuns para quem sofre de diabetes do tipo 1 ou 2 mas, quando ignoradas, podem ter consequências graves.

Num estudo recente, realizado pela Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal, verificou-se que apenas três em cada dez pessoas com diabetes tipo 2 comunicaram aos seus médicos a ocorrência de hipoglicémias num curto período de tempo e que seis em cada dez episódios não foram tratados adequadamente.

A importância do impacto dos episódios de hipoglicémia depende da gravidade do episódio, da resposta e da duração da recuperação. Nos adultos, tem sido observada a associação entre a hipoglicémia e a ocorrência de eventos cardiovasculares, como o enfarte do miocárdio e a insuficiência cardíaca.

Os acidentes e incapacidades resultantes das manifestações neurológicas, como irritabilidade, agressividade, pensamento e discurso lentificados, confusão, desorientação, alterações comportamentais, apatia, convulsões, alterações do estado de consciência e coma, acontecem e ampliam o impacto das hipoglicémias.

"É possível viver normalmente com diabetes"
Emiliana Querido, 37 anos, soube que tinha diabetes tipo 1 no decorrer de um internamento em coma diabético, tinha então 29 anos.

"Não conhecia a diabetes e continuo a ser caso único na família. Foi um choque muito grande para todos, pois era toda uma nova vida que recomeçava e ficámos todos um pouco perdidos", recorda a atual presidente da Federação Portuguesa das Associações de Pessoas com Diabetes (FPAD).

"Costumo dizer que não tive tempo para não a aceitar, mas é possível viver normalmente com diabetes, temos é de ter muita paciência e estar sempre a aprender", confessa.

"Riscos dependem do caso", diz Dulce do Ó, coordenadora do Departamento de Estudos da APDP  

CM: Quais os perigos de um episódio de hipoglicémia?
Dulce do Ó: Nesta situação pode não existir glicose suficiente para as normais funções do corpo e do cérebro. Os riscos dos episódios de hipoglicémia dependem da gravidade, da duração e da eficácia do tratamento realizado.

CM: Que cuidados os diabéticos devem ter?
Dulce do Ó: Prevenção é fundamental. Realizar o autocontrolo diariamente, manter uma alimentação variada e equilibrada, controlar o efeito do exercício e realizar uma adequada administração de insulina.
Relacionadas
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Como ser saudável durante um dia

Saiba quais os alimentos escolher e como prepará-los desde o pequeno-almoço à ceia para equilibrar a alimentação e fortalecer a imunidade.