Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

A ansiedade pós-parto: realidade ou apenas medo?

Muito se fala na depressão pós-parto, mas nem sempre na ansiedade. Patologias distintas, entre si partilham o medo que assola a maternidade. Falámos com uma psicóloga e duas recém-mães para entender o que mais assusta as mulheres na hora de receber um novo ser.
Por Andreia Rodrigues 29 de Janeiro de 2020 às 08:30
Love, Rosie (2014)
Love, Rosie (2014) FOTO: D.R.
A ansiedade pós-parto afeta mais mulheres do que a depressão pós-parto, apesar da última ser mais falada. No entanto, apesar da probabilidade desta se poder transformar em depressão ser alta, e de ambas poderem ocorrer nos primeiros 12 meses do bebé, as duas patologias não são o mesmo.

Se na depressão existe a sensação de incapacidade para lidar com a maternidade e predominam os sentimentos de culpa e tristeza, na ansiedade pós-parto "os pensamentos são muito acelerados e sentidos como invasivos, com conteúdos perturbadores que geram um estado de preocupação persistente", começa por dizer Filipa Jardim da Silva, psicóloga clínica e coach profissional.



Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Relacionadas
Notícias Recomendadas