Barra Cofina
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Deteção da Tuberculose está mais difícil devido à pandemia

Associação alerta que é "fundamental" manter todas as estruturas de apoio em funcionamento.
Por Lusa 21 de Março de 2021 às 17:40
Tuberculose
Tuberculose FOTO: Getty Images
A Associação Contra a Tuberculose do Porto sublinhou este domingo que a deteção da doença e o seu tratamento está "mais dificultado" devido à pandemia de covid-19, sendo "fundamental" manter todas estruturas de apoio em funcionamento.

Quando se assinala o Dia Mundial da Tuberculose a 24 de março, a associação lembrou que, devido ao atual estado pandémico, a deteção da tuberculose e o seu tratamento poderão estar mais difíceis dada a dificuldade de acesso aos cuidados de saúde, bem como ao receio na procura por parte dos utentes.

"Por esse motivo, é fundamental manter em funcionamento as estruturas de resposta à doença, bem como apoiar e seguir de uma forma atenta todos os doentes em risco de abandono do tratamento, muitas vezes associado a baixos rendimentos", vincou a associação, em comunicado.

Exclusivos

Assinatura Digital

Acesso sem limites em todos os dispositivos Assinatura válida na APP Correio da Manhã Newsletters exclusivas E-paper antecipado no Quiosque Ofertas e descontos do Clube CM+
Assine já! 1€ no 1º mês
Notícias Recomendadas
Bem Estar e Nutrição

Deixou de fazer exercício físico e agora?

Começou com uma semana que depressa se tornou num mês e, quando deu por si, já não treinava há um ano. Pensava mesmo que o seu corpo não ia dar conta? Um especialista explica o que acontece física e mentalmente quando deixamos de nos exercitar regularmente. E avança com soluções para voltar à boa forma.