Sub-categorias

Notícia

Esfaqueiam amigo até à morte para beberem o sangue

Casal realizou um ritual satânico e utilizou vítima como 'oferenda' a Satanás.
16.09.17
Daniel e Manuela Ruda foram os autores de um dos assassinatos mais macabros da Alemanha. O casal matou o amigo Frank Hackert para no final beber o seu sangue num ritual satânico.

O caso aconteceu em 2001. O casal confessou a autoria do crime e descreveu o massacre como uma espécie de "sacrifício e oferenda a Satanás". Homem e mulher, entretanto separados, foram condenados a prisão. Em tribunal ficou provado que ambos participavam em festas satânicas e de adoração ao diabo e que por vezes chegavam a dormir em cemitérios.

Manuela foi condenada a 13 anos de prisão. Já em liberdade, continua a receber tratamento psiquiátrico. Já Daniel, que recebeu uma sentença maior, pode ser libertado ainda este ano, mesmo depois de ter sido novamente acusado de tentativa de assassinato, ao contratar alguém para matar a ex-mulher.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Mundo

pub