Sub-categorias

Notícia

Paga e cala o bico

Eduardo Dâmaso

Paga e cala o bico

O Fisco nunca responde às reclamações dos cidadãos.
Paga e cala o bico
O Fisco nunca responde às reclamações dos cidadãos, revela o Portal das Queixas. Das instituições públicas retratadas por este Portal, o Fisco é a que exprime a sua arrogância e desprezo pelos contribuintes através do silêncio. Essa é uma constatação sem novidade. Ela já corresponde ao sentimento dominante dos contribuintes na relação com o Fisco. Não são ouvidos, são ignorados e quase não têm direitos. A posição do contribuinte na lei fiscal já é muito comprimida mas é esmagada pela lógica de confisco que caracteriza a Autoridade Tributária. Pague primeiro e proteste depois, é a regra. Agora, aproximamo-nos mais do paga e cala o bico.

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 15.03.16
    O fisco trata a generalidade da população com desprezo. Sempre que alguém não paga os impostos no prazo limitam-se a enviar um aviso pela "Via Ctt", E continuam a enviar avisos por essa via até que a multa dispare 500% ou mais. Só depois enviam um aviso a informar que penhoraram isto e aquilo. Ora como facilmente se depreenderá não há outra fé a não ser a de meter a mão na carteira dos cidadãos. E chamam eles agiotas a quem lhes empresta a 3%?!!
9 Comentários
  • De A.Silva15.03.16
    Será que o actual governo não consegue por cobro a estes devaneios do fisco e dos funcionários que não se querem aborrecer com os cidadãos que lhes fazem perguntas ou que reclamam os seus direitos. Será que o actual ministro das finanças vai seguir os passos dos ministros do governo anterior??? Porque é que os assessores "boys" não têm tempo para ler as opiniões dos cidadãos e transmitir as mesmas ao ministro para que sejam feitas emendas ao que está mal????
    Responder
     
     3
    !
  • De livre15.03.16
    No meu caso o fisco enviou uma notificação de dívida em que eu teria 30 dias para contestar,para uma morada onde já não habitava vai para 20 anos,mas o oficio da penhora veio para a morada certa,perdendo assim o tempo para contestar.Considero que não foi inocente este erro,o fisco(SÃO PESSOAS COMO NÓS) tratam os contribuintes como se de MALFEITORES se tratasse e até hoje estou há espera de uma justificação e não tendo dinheiro tenho que ter advogado para garantir os meus direitos.
    Responder
     
     2
    !
  • De  Anónimo 15.03.16
    E' em que consiste a democracia; liberdade completa , ate' que o cidadao faca e pague o que o < ESTADO> exigir; no momento que atrazar um centimo, a liberdade acaba logo; por isso o povo americado diz: o < melhor governo, e' o nao governo>
    Responder
     
     2
    !
  • De  Anónimo 15.03.16
    Os Frutuosos e Melo ficam com a carcassa, eu sigo para Paris.
    Responder
     
     1
    !
  • De  Anónimo 15.03.16
    A arrogância do fisco é exacerbada quando não cumpre a própria lei!
    A lei diz que, para o benefício da privacidade dos cidadãos, o (con)fisco devia apagar todas as e-faturas ao fim de 6 meses de já não serem necessárias... mas ainda estão lá todas! Desde 2014. Para quê? Para o fisco poder, que nem uma PIDE, traçar perfis de consumo dos cidadãos para depois os "caçar".
    Eu prefiro não fornecer informações detalhadas sobre a minha vida a um organismo destes, e por isso nunca peço fatura.
    Responder
     
     -1
    !

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)