Sub-categorias

Notícia

Dos sinais à mudança

Mário Nogueira

Dos sinais à mudança

Os desafios são ainda maiores para o que resta do mandato.
  • 0
  • 0
Por Mário Nogueira|29.11.16
  • partilhe
  • 0
  • 0
O governo cumpriu ¼ do mandato. Na Educação, foi um tempo em que se resolveram problemas (PACC, BCE, requalificação, PET/Cambridge, cortes salariais, financiamento ilegal de privados, exames nos ciclos iniciais, entre outros) e retomou o clima de diálogo há muito perdido.

Para os ¾ que faltam, os desafios são ainda maiores. Há muito a fazer, por exemplo, em relação à promoção do sucesso, ao combate ao abandono ou à organização e funcionamento das escolas.

Para a obtenção desses resultados o papel dos professores é determinante e estes assumem-no com seriedade, empenho e sentido de responsabilidade. Por ser assim, não é justo nem legítimo que continuem sem ver respeitados direitos que são seus e contribuem decisivamente para melhorar as condições de trabalho e valorizar o exercício da profissão.

Vinculação, reorganização dos horários, descongelamento das carreiras, aposentação justa e gestão democrática das escolas estão no topo de exigências que não podem ser ignoradas pela tutela.

Exige-se, pois, um protocolo negocial que, identificando estes problemas, estabeleça prazos para os resolver. Não o fazer, frustraria as expectativas de quem, lembrando os sinais iniciais, continua a acreditar na mudança.
Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Subscrever newsletter

newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)