Sub-categorias

Notícia

Carteiro detido a abrir a correspondência

Foram os próprios CTT a alertar as autoridades para as suspeitas relativas ao funcionário .
Por João Mira Godinho|30.11.16
Carteiro detido a abrir a correspondência
Além do correio que distribuía, também aproveitava o facto de ter acesso ao Centro de Distribuição de Loulé Foto Pedro Catarino
A Polícia Judiciária deteve, em Loulé, um carteiro por abrir correspondência e ficar com dinheiro e artigos que encontrava. O homem, de 41 anos, estava a ser investigado, na sequência de uma queixa dos próprios CTT.

A detenção ocorreu ontem, pelas 09h00, quando os inspetores da Diretoria do Sul da PJ apanharam o homem, que já estava a ser vigiado, a abrir a correspondência que devia distribuir.

Nas buscas que se seguiram, a casa do carteiro e ao Centro de Distribuição de Loulé, onde estava colocado, as autoridades apreenderam "um dos objetos que teria subtraído anteriormente", refere a Polícia Judiciária.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Portugal

pub