Ossadas revelam mais uma vítima dos fogos

Descobertas ossadas que podem pertencer a Rui Costa, de Folgosinho.
Por Tiago Virgílio Pereira|12.01.18
A lista de mortes devido aos incêndios do ano passado pode ter mais uma vítima. Nos dias 20 e 21 de dezembro, a Judiciária da Guarda recolheu, em Folgosinho, no concelho de Gouveia, ossadas que podem ser de Rui Costa, de 49 anos, que está desaparecido desde outubro e que se supõe ter morrido a fugir do fogo.

Os rostos da tragédia dos incêndios em Portugal
"Nesta fase, foram pedidas amostras de ADN à família para confirmar. Temos a convicção que é ele, mas o objetivo é conseguirmos, a curto prazo, encerrar a investigação", explicou José Monteiro, coordenador da PJ da Guarda. Espera-se que durante as próximas semanas sejam conhecidos os resultados dos exames periciais.

Se tal se confirmar, o número de mortes aumenta para 112. Há mais um desaparecido, pelo menos, dos fogos de outubro. Trata-se de Libânio Cardoso, de 70 anos, natural de Troviscal, na Sertã.



pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!