Sub-categorias

Notícia

Galã português pai em Belíssima

Os últimos episódios de ‘Belíssima’, em exibição na SIC, vão revelar uma surpresa. Quem era o marido português que ‘Safira’ (Cláudia Raia) teve. A filha, ‘Maria João’ (Bianca Comparato), ficará a saber que o seu pai se chama ‘Nuno’, um actor nascido em Canas de Senhorim e que chegou a ser o galã da televisão brasileira.
01.08.06
  • partilhe
  • 0
  • +
Como o público gostou muito de ‘Maria João’, houve necessidade de trazer à cena o seu pai. Tony Correia, assim se chama o actor de interpreta ‘Nuno’, acabou por ser um dos muitos maridos de ‘Safira’, que não teve problemas em escolhê-los através do mapa-mundo. O produtor preparou a chegada do pai de ‘Maria João’, que aparecerá nos capítulos finais da novela já concluída no Brasil. “O público queria que o personagem ficasse mais tempo e criasse uma relação mais forte, mas não houve mais tempo para desenvolver o ‘Nuno’. De qualquer forma, houve uma surpresa final”, conta, ao CM Tony Correia.
Mas quem é este actor que nasceu numa vila beirã que chegou a aparecer nos telejornais pelo polémico anseio de se tornar sede de concelho. De Canas de Senhorim, Tony Correia emigrou para o Brasil, onde chegou em 1976. Foi de barco e o objectivo era visitar os tios que viviam no Rio de Janeiro. O espírito aventureiro ‘obrigou-o’ a outras visitas, uma delas determinante: os estúdios da Globo. Foi para conhecer a maior ‘fábrica’ de TV brasileira e saiu debaixo do olho de Moacyr Deriquem, o produtor de ‘O Casarão’. Acabou por, ao lado de outra portuguesa, Laura Soveral, arranjar um papel (‘Jacinto’) e um motivo para ficar a viver no Brasil.
O sucesso estava garantido. “Era uma loucura. Na semana em que Elvis Presley morreu, eu era capa de revistas”, diz o actor ao CM. Hoje é conhecido pelo ‘portuguesinho’, mas ele considera-se “um actor brasileiro, que precisa de perder o sotaque”.
Galã, aos olhos dos brasileiros, que, até pela sua figura, nem acreditavam que fosse português, Tony teve necessidade de partir em busca de novos desafios, optando pela França. Para sustentar a família, o emigrante aceitou um convite da France Telecom para trabalhar na área da publicidade, mas não se quedou por aí durante os onze anos que permaneceu no país. Cansado, regressou ao Brasil em 2000 e, claro, voltaram “a chamar-me louco por partir para outra aventura”. A última conhecida.
PERFIL
Tony Correia nasceu há 52 anos em Canas de Senhorim, distrito de Viseu, é formado em engenharia, estudou na Faculdade de Ciências de Paris e fez o curso de Literatura Portuguesa na Sorbonne. Vive no Rio de Janeiro, onde conheceu a carioca Renata, com quem casou em 1983, tendo da relação resultado dois filhos, Philippe, o mais velho, e Charles-Antoine. Os herdeiros do actor nasceram em França, onde o beirão trabalhou durante onze anos.
'CASARÃO' ASSINALA ESTREIA
Tony Correia foi o primeiro actor português a participar em novelas brasileiras, estreando-se em ‘O Casarão’, de Moacyr Deriquem. Nesse mesmo ano, 78, entrou, ainda, em ‘Locomotivas’. Integrou depois os elencos de ‘Celebridades’ (2004), ‘Sabor da Paixão’ (2003) e, mais recentemente, ‘Belíssima’, ainda em exibição na SIC. O português da Beira Alta teve o seu nome associado, em 2004, à mini-série ‘Um Só Coração’ e estreou em vários filmes: ‘O Gaurani’, de Fauze Mansur (78), ‘Iracema’ e a ‘Virgem dos Lábios de Mel’ (ambos em 79) e os ‘Campeões’ (81). Já este ano esteve em Portugal para participar nas filmagens de ‘Dotcom’, de Luís Galvão Teles, e, inspirado nos Descobrimentos, produziu o espectáculo ‘Navegar é preciso...’, a apresentar, no nosso país, em Setembro.
'É AGRADÁVEL CONTRACENAR COM A CLÁUDIA' (Tony Correia, actor português')
Correio da Manhã – Como foi contracenar com actores brasileiros?
Tony Correia – Foi muito agradável contracenar com a Cláudia Raia [protagoniza ‘Safira’ em ‘Belíssima’]. Todos os actores são muito engraçados, extremamente inteligentes, e foi-se criando uma cumplicidade dentro da situação que era naturalmente tensa, devido ao carinho da ‘filha’ para o ‘pai’. É sempre muito bom contracenar com actores e actrizes muito talentosos.
– Tem explicação para o facto de nunca ter participado numa novela portuguesa?
– Por um lado, talvez por causa da minha ausência. Por outro, por não ser fácil contactarem-me.
– Nem nunca foi convidado?
– Não, mas se surgisse a oportunidade, teria de ver a minha agenda com a Globo. Se, um dia, for convidado, terei todo o prazer em participar numa novela portuguesa.
– Regressar de vez a Portugal faz parte dos seus planos?
– Gostaria mais de fazer a chamada ponte aérea, ou seja, trabalhar num lado e noutro. Cada vez que se comemora o 10 de Junho [Dia de Portugal], fico com vontade de andar por Portugal.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!

Mais notícias

Mais notícias de Tv Media

pub