Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Arcebispo do Panamá afirma que Jornadas Mundiais da Juventude vão focar-se nos jovens exluídos

Lusa 23 de Janeiro de 2019 às 03:17

O arcebispo do Panamá disse, na terça-feira, que as Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ) vão prestar particular atenção às situações de exclusão e discriminação dos afrodescendentes e dos jovens indígenas.

"Desejamos que [a JMJ] seja um bálsamo para a difícil situação em que vivem, sem esperança, muitos deles, especialmente a juventude indígena e afrodescendente, a juventude que migra pela quase inexistente resposta dos países de origem", disse José Domingo Ulloa Mendieta, durante a missa de abertura da JMJ, na Cidade do Panamá.

O papa Francisco chega hoje ao Panamá para presidir a estas JMJ, as primeiras num país da América Central.