Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Braga implementa passadeiras inteligentes para reduzir atropelamentos

Intervenção nas passadeiras será ainda complementada com correções nos passeios.
1 de Abril de 2019 às 17:07
Passadeira
Passadeira
Passadeira
Passadeira
Passadeira
Passadeira
A Câmara de Braga vai instalar "passadeiras inteligentes" nas zonas críticas em termos de tráfego automóvel, designadamente nos principais acessos às escolas, para diminuir "substancialmente" os riscos de acidente e atropelamento, anunciou esta segunda-feira o município.

Em comunicado, o município acrescenta que a Rua Conselheiro Bento Miguel, na freguesia de S. Vicente, foi a primeira a receber aquele tipo de passadeira, no âmbito do projeto BUILD, financiado pelo Fundo Ambiental.

"Este projeto-piloto pretende iniciar um percurso assertivo de transformação no município de Braga assente nos conceitos de inclusão, inteligência e segurança", refere o comunicado.

Estão previstas intervenções sobre 81 atravessamentos, que inclui a criação de 61 travessias sobrelevadas e inteligentes, de modo a aumentar a acessibilidade e a segurança rodoviária nos principais acessos às escolas.

Prevê-se ainda a intervenção em 19 mil metros quadrados de passeios.

Citado no comunicado, o vereador do urbanismo, Miguel Bandeira, sublinha que este projeto articula "segurança rodoviária, mobilidade, inclusão e educação", uma vez que o seu maior impacto será na envolvente das escolas.

"Estamos empenhados em aumentar a segurança rodoviária junto aos principais equipamentos e este é um passo crucial para alcançar esse desígnio", refere.

A passadeira inteligente consiste num sistema de sensores instalados na própria passadeira e na torre "Omniflow" associada.

Esta torre permite uma iluminação da passadeira, que é alimentada por energia renovável (solar e eólica).

Ao detetar um peão que pretende atravessar, este sistema inteligente ativa automaticamente a iluminação do pavimento e a iluminação superior, aumentando a visibilidade da passadeira para os condutores.

Para além desta aplicação, a torre "Omniflow" é um equipamento multifuncional que permite adicionar iluminação inteligente, vigilância, pontos de carregamento de bicicletas elétricas, sensores de tráfego, sensores ambientais ou comunicação com a Plataforma de Gestão Inteligente da Cidade, no âmbito do Laboratório Urbano para a Inovação.

A intervenção nas passadeiras será ainda complementada com correções nos passeios, de acordo com a estratégia municipal de Mobilidade Urbana Sustentável, Inclusiva e Inteligente.

As alterações irão, desde logo, torná-las "facilmente identificáveis" por pessoas invisuais ou com baixa visão, através de pavimentos podotácteis.

Os passeios serão rebaixados e cumprirão "inclinações confortáveis", de forma a não serem barreiras para quem se desloca em cadeira de rodas e a serem cómodas e seguras para grávidas, idosos e crianças.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)