Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Costa responsabiliza BE e Catarina Martins caso nova Lei de Bases da Saúde chumbe

Catarina Martins afirma que o primeiro-ministro não podia "impor a aceitação das PPP como condição de aprovação da nova lei".
Lusa 18 de Junho de 2019 às 16:21
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal
António Costa no debate quinzenal

O primeiro-ministro avisou esta terça-feira que se a Lei de Bases da Saúde chumbar "a responsabilidade é exclusivamente" do BE e da líder do partido, considerando Catarina Martins que António Costa "não pode impor a aceitação das PPP" como condição.

No debate quinzenal de hoje, a tensão subiu entre Catarina Martins e António Costa quando se discutiu o fim das parcerias público-privadas (PPP) na saúde no âmbito da nova lei de bases.

"Se a lei de bases chumbar, a responsabilidade é exclusivamente sua e do seu grupo parlamentar", atirou o primeiro-ministro à líder do BE mesmo no final da sua intervenção, depois de ter avisado que "manterá em vigor a lei de bases que a direita aprovou em 1990 quem chumbar em votação final global" a atual proposta.

Antes, Catarina Martins tinha dito a António Costa que não podia "impor a aceitação das PPP como condição de aprovação da nova lei".

"O Bloco já propôs uma solução para este impasse: Revoguemos a lei atual e deixemos a próxima legislatura decidir se esta porta deve ser deixada aberta aos privados. Essa é a nossa proposta para daqui a pouco, no grupo de trabalho", anunciou.


Lei de Bases da Saúde primeiro-ministro BE Bloco Catarina Martins António Costa PPP política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)