Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Atores condenados em dia de Óscares

Dois atores foram presos por crime de lesa-majestade, na Tailândia.
23 de Fevereiro de 2015 às 06:15
Atos considerados de lesa-majestade incluem "insultos, injúrias ou ameaças" contra o rei, a rainha, o príncipe herdeiro ou o regente
Atos considerados de lesa-majestade incluem 'insultos, injúrias ou ameaças' contra o rei, a rainha, o príncipe herdeiro ou o regente FOTO: Narong Sangnak/EPA

O Tribunal Penal da Tailândia condenou esta segunda-feira dois atores a dois anos e seis meses de prisão pelo crime de lesa-majestade, informou a imprensa local.

O estudante Patiwat Saraiyaem, de 23 anos, e o ativista Porntip Mankong, de 26 anos, declararam-se culpados por difamar a monarquia durante a representação em outubro de 2013 da obra "The Wolf Bride" (A Noiva do Lobo, em tradução livre) uma sátira passada num reino fictício.

O tribunal reduziu a condenação inicial de cinco anos, porque os acusados admitiram as acusações, mas negou a suspensão da pena de prisão, segundo o diário "Prachatai".

O artigo 112 do código penal tailandês pune com até 15 anos de prisão os atos considerados de lesa-majestade, incluindo "insultos, injúrias ou ameaças" contra o rei, a rainha, o príncipe herdeiro ou o regente.

Tribunal Penal Tailândia Patiwat Saraiyaem Porntip Mankong crime lesa-majestade atores condenados
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)