Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Grécia: Governo propõe a parceiros europeus medidas inéditas no combate ao desemprego

Lusa 12 de Julho de 2017 às 10:30

O Governo grego vai propor à União Europeia (UE) que os países com taxa de desemprego acima da média possam investir mais nessa área sem serem penalizados no saldo primário, referiu à Lusa em Atenas a ministra-adjunta para o Emprego.

"Propusemos a todos os nossos parceiros, e à Comissão Europeia, que qualquer país na Europa com uma taxa de desemprego acima da média seja autorizado a gastar proporcionalmente mais [em apoios aos desempregados], de modo a cobrir a diferença, e que esse gasto não entre no cálculo do saldo primário", revelou Rania Antonopoulou, que admitiu ter mantido uma conversa nesse sentido com o ministro português do Trabalho, Vieira da Silva, e outros homólogos da zona euro.

O desemprego permanece um dos principais flagelos da economia grega, apesar de ter recuado de 27% para cerca de 22% por cento desde janeiro de 2015, quando o Governo de coligação liderado pelo partido de esquerda Syriza subiu ao poder.