Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Terroristas islâmicos matam segundo jornalista

O vídeo é intitulado de "Segunda mensagem para a América".
Lusa e T.L.P. 2 de Setembro de 2014 às 18:35
O vídeo é intitulado de "Segunda mensagem para a América".

O grupo extremista Estado Islâmico anunciou esta terça-feira o assassinato do segundo jornalista norte-americano que se encontrava sequestrado no Iraque.

Segundo os terroristas, o momento da morte de Steven Sotloff, de 31 anos, foi filmado, à semelhança do que aconteceu com o jornalista James Foley, em agosto. No vídeo, a vítima culpa o presidente dos EUA, Barack Obama, pela morte. "Porque é que eu tenho de pagar o preço da intervenção no Iraque com a minha vida? Não sou um cidadão americano?", diz Sotloff (veja o vídeo no final do texto).

Antes de assassinar o norte-americano, o 'jihadista' interpela diretamente o presidente dos EUA: "estou de volta Obama. E estou de volta pela tua atitude arrogante para com o Estado Islâmico". O mesmo homem que terá matado Foley, culpa Barack Obama pela morte de outro cidadão americano antes de deixar um aviso premonitório. "Enquanto os teus mísseis continuarem a atingir o nosso povo a faca vai continuar a atingir os teus cidadãos."

O vídeo mostra o homem a degolar Sotloff e o corpo do norte-americano no chão, com a cabeça decepada em cima da barriga. Antes do vídeo terminar, o jihadista avisa os governos dos países aliados dos EUA para deixarem o Estado Islâmico em paz. Enquanto faz este aviso, o combatente islâmico mostra um cidadão britânico sequestrado, de seu nome David Haines. 

A administração dos Estados Unidos disse que ainda tem de confirmar a autenticidade das imagens que foram difundidas através da Internet onde surge Steven Sotloff de joelhos ao lado de um combatente do Estado Islâmico munido de uma faca.

Steven Sotloff Estado Islâmico James Foley
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)