Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Parlamento demite Governo na Ucrânia

O Parlamento da Ucrânia destituiu esta terça-feira o governo encabeçado por Iuri Ekhanurov, na sequência do acordo firmado com a Rússia sobre o preço dos abastecimentos de gás para este ano. A decisão foi aprovada na ausência do Presidente da República, Viktor Iuchtchenko, que de visita ao Cazaquistão já considerou a decisão inconstitucional.
10 de Janeiro de 2006 às 18:45
Referindo que a resolução entra em vigor de imediato, o Parlamento pediu, no entanto, ao governo de Ekhanurov, no cargo desde Setembro passado, que se mantenha em funções até à formação de novo executivo. Contudo, o presidente ucraniano, Viktor Iuchtchenko, já afirmou hoje no Cazaquistão que a decisão do parlamento ucraniano de destituir o seu governo não lhe parece ser válida. “O tempo mostrará que esta decisão não é constitucional”, referindo que não vai encurtar a sua visita ao Cazaquistão por causa da situação.
Esta situação de crise tem origem no acordo da semana passada entre a Rússia e a Ucrânia sobre os preços do gás fornecido a Kiev, pondo fim a uma ‘guerra’ que conduziu a uma baixa momentânea dos fornecimentos de gás à Europa ocidental. Este acordo motivou um avalancha de críticas nos meios políticos ucranianos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)