Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

União Europeia reclama libertação imediata do chefe de gabinete de Guaidó

Foi atribuída às "autoridades relevantes" a responsabilidade pela sua segurança e integridade.
Lusa 21 de Março de 2019 às 18:33
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó

A União Europeia reclamou esta quinta-feira a libertação "imediata e incondicional" do chefe de gabinete do autoproclamado Presidente da Venezuela, Juan Guaidó, atribuindo às "autoridades relevantes" a responsabilidade pela sua segurança e integridade.

Num comunicado divulgado ao início da noite em Bruxelas, o Serviço Europeu de Ação Externa aponta que as forças de segurança venezuelana detiveram esta quinta-feira Roberto Marrero e forçaram a entrada na residência de Sérgio Vergara, membro da Assembleia Nacional do Estado de Táchira, "desrespeitando a sua imunidade parlamentar".

"A União Europeia apela a que o sr. Marrero seja libertado imediatamente e incondicionalmente, e responsabiliza as autoridades relevantes pela sua segurança e integridade", prossegue o comunicado do corpo diplomático da UE, vincando que "a imunidade dos membros da Assembleia Nacional deve ser respeitada em todas as circunstâncias".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)