Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

União Europeia reclama libertação imediata do chefe de gabinete de Guaidó

Foi atribuída às "autoridades relevantes" a responsabilidade pela sua segurança e integridade.
Lusa 21 de Março de 2019 às 18:33
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó
Juan Guaidó

A União Europeia reclamou esta quinta-feira a libertação "imediata e incondicional" do chefe de gabinete do autoproclamado Presidente da Venezuela, Juan Guaidó, atribuindo às "autoridades relevantes" a responsabilidade pela sua segurança e integridade.

Num comunicado divulgado ao início da noite em Bruxelas, o Serviço Europeu de Ação Externa aponta que as forças de segurança venezuelana detiveram esta quinta-feira Roberto Marrero e forçaram a entrada na residência de Sérgio Vergara, membro da Assembleia Nacional do Estado de Táchira, "desrespeitando a sua imunidade parlamentar".

"A União Europeia apela a que o sr. Marrero seja libertado imediatamente e incondicionalmente, e responsabiliza as autoridades relevantes pela sua segurança e integridade", prossegue o comunicado do corpo diplomático da UE, vincando que "a imunidade dos membros da Assembleia Nacional deve ser respeitada em todas as circunstâncias".

Ver comentários