Barra Cofina

Correio da Manhã

Cultura
7

Ângelo destrói corações em cena

Paulo Sousa Costa propõe uma nova leitura de 'Don Giovanni'.
Ana Maria Ribeiro 23 de Agosto de 2015 às 09:30
Os atores Liliana Santos, Ângelo Rodrigues e Sérgio Moura Afonso
Os atores Liliana Santos, Ângelo Rodrigues e Sérgio Moura Afonso FOTO: João Miguel Rodrigues

Porque Don Juan nunca morrerá, porque o mito do homem que conquista todos os corações – para depois os desprezar – faz parte do imaginário coletivo, o empresário e encenador Paulo Sousa Costa decidiu pegar no tema para fazer um espetáculo que é também a sua prova final do mestrado em encenação.

‘Don Giovanni’, que está em cena no Teatro Thalia, em Lisboa, é uma versão diferente da história que todos conhecemos. Embora se inspire em vários autores – de Saramago a Natália Correia, de Tirso de Molina a Molière – segue, antes de mais, o libreto que Lorenzo da Ponte escreveu para a ópera de Mozart, mas tem um desfecho novo.

"Quis que o público se questionasse sobre a verdadeira natureza das personagens, que inicialmente parecem uma coisa mas vêm a revelar-se outra", explica o criador, que decidiu ‘salvar’ o protagonista. "Não convém revelar o final, mas proponho uma nova forma de olhar para esta personagem, que é objeto de redenção neste projeto."

Em cena, com um elenco "escolhido à primeira", Ângelo Rodrigues é ‘Don Giovanni’, o sedutor. "É a escolha perfeita, por todas as razões", diz o encenador que foi buscar o ator no final do curso do Conservatório, "mais do que preparado para uma grande interpretação". Liliana Santos, António Machado, Sérgio Moura Afonso e Carolina Puntel também estão no elenco deste trabalho que depois de Lisboa, segue para digressão. n
‘Don Giovanni’, em cena no Teatro Thalia, Lisboa, é uma versão diferente da história que todos conhecemos.

Embora se inspire em vários autores – de Saramago a Natália Correia, de Tirso de Molina a Molière – segue, antes de mais, o libreto que Lorenzo da Ponte escreveu para a ópera de Mozart, mas tem um desfecho novo. "Quis que o público questionasse a verdadeira natureza das personagens, que inicialmente parecem uma coisa, mas vêm a revelar-se outra", explica o criador.


PORMENORES
MÚSICA AO VIVO
Como é apanágio dos espetáculos de Paulo Sousa Costa, este também conta com música ao vivo, interpretada pelo Alis Ubbo Ensemble.
DE QUARTA A DOMINGO
‘Don Giovanni’ é para ver no Teatro Thalia de quarta a domingo sempre às 21h30. O bilhete de ingresso custa 15 euros (sujeito a descontos).
À PROCURA DE SALA
Depois de percorrer o País, Paulo Sousa Costa gostaria de repôr esta peça em Lisboa. "Num Teatro São Luiz ou num D. Maria II..."
Ver comentários